Saúde e Bem Estar

Companhia aérea exigirá vacina contra covid-19 em voos nos EUA

Assim que uma vacina contra a covid-19 estiver disponível para a população, companhia aérea vai exigir vacinação de passageiros em voos internacionais, uma medida que se tornará comum no setor em breve

3 min de leitura
14 Ago 2021 - 14h17 | Atulizado em 14 Ago 2021 - 14h17

A Blade Urban Air Mobility será uma das primeiras operadoras de voos dos EUA a exigir que os passageiros estejam totalmente imunizados contra a Covid-19.

 A partir de 7 de setembro, pessoas que reservarem um assento em um de seus voos terão que apresentar uma autocertificação e podem ser obrigadas a mostrar um comprovante antes do embarque, disse o diretor-presidente da empresa, Rob Wiesenthal. Passageiros menores de 12 anos e aqueles com isenção médica serão excluídos da exigência.

A Blade vende assentos com preços premium em voos que geralmente transportam de seis a 16 passageiros para destinos turísticos como Aspen, Nantucket e Miami. Também oferece passeios de helicóptero para o Aeroporto JFK saindo de Manhattan e planeja iniciar voos do condado de Westchester a Manhattan durante o horário comercial durante a semana.


(Foto reprodução:https:exame.com)


Nenhuma grande companhia aérea dos EUA ainda emitiu exigência de vacinação para passageiros. A United Airlines foi a primeira a exigir a imunização de funcionários, enquanto Delta, Southwest e companhias aéreas americanas disseram que não vão obrigar a força de trabalho a se vacinar.


https://lorena.r7.com/post/Pesquisas-apontam-o-uso-de-um-gel-promissor-para-o-tratamento-de-cancer-de-pele

https://lorena.r7.com/post/Vacina-Quase-10-milhoes-de-doses-paradas-em-Guarulhos-comecam-a-ser-movimentadas-lentamente

 

https://lorena.r7.com/post/Entenda-porque-Tarcisio-Meira-nao-resistiu-as-complicacoes-do-coronavirus


 

Clientes em Nova York e Los Angeles podem estar prontos para cumprir o requisito, uma vez que ambas as cidades tomaram medidas para exigir comprovante de pelo menos uma dose de vacina contra o coronavírus para refeições em ambientes fechados e locais como cinemas.

“Se é necessário em um restaurante onde você está sentado à mesa com pessoas que conhece, faria sentido que as vacinas devessem ser exigidas quando estiver sentado ao lado de alguém que não conhece em um voo comercial”, disse Wiesenthal.

A política da Blade atualmente exclui voos com origem na Flórida, que proibiu exigência de vacinação.

(Foto em destaque:Companhia aérea vai exigir vacinação de passageiros em voos nos EUA /Créditos:dw.com/pt-br )

 

 

Deixe um comentário