Esportes

Com presença de público, Grêmio ameaça não entrar em campo contra o Flamengo

Grêmio ameaça não entrar em campo contra o Flamengo, pelo segundo jogo das quartas de final da Copa do Brasil, se houver torcida no Maracanã na quarta-feira dia 15.

3 min de leitura
08 Set 2021 - 21h41 | Atulizado em 08 Set 2021 - 21h41

O Grêmio ameaça não entrar em campo para a partida contra o Flamengo, no jogo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil. Esse posicionamento se dá pela autorização da presença de público no Maracanã. O jogo está marcado para acontecer na próxima quarta-feira, dia 15, às 21:30.  

 

O clube gaúcho alega a falta de igualdade e cita o protocolo organizado pela CBF para o retorno de público aos estádios. Pelo documento, a presença dos torcedores em jogos de mata-mata só seria liberada caso os dois clubes tenham permissão para ambos e como no primeiro jogo da decisão, em Porto Alegre, não houve torcida, o Grêmio entende que a condição deve ser mantida no jogo no Rio. 

 

Nestor Hein, diretor jurídico do Grêmio, falou que foi consultado sobre o assunto pelo presidente Romildo Bolzan Jr. O tema ainda vai ser tratado pelo Conselho de Administração. 

 

Foi consultado o jurídico sobre o tema. Respondemos ao presidente que, de acordo com o regulamento da competição, se no primeiro jogo não tiver público, no segundo não pode ter. Mesmo que a cidade tal tenha liberado. Se houver qualquer tentativa de ter público, o Grêmio não entrará em campo. O presidente acolheu essa sugestão e vai tomar as medidas cabíveis”, falou o diretor jurídico.



Torcida do Flamengo em Brasília. Foto: Mateus Bonomi/AGIF


O presidente Romildo, afirmou que o regulamento não permite presença de torcedores e que o Grêmio só jogará mediante ao cumprimento das regras da competição. 

 

Nesta quarta-feira (08), 19 dos 20 clubes que disputam o Campeonato Brasileiro da Série A participaram de uma reunião com a CBF e decidiram que os jogos, da primeira divisão, vão continuar sem a presença de torcedores pelo menos até 28 de setembro. Os clubes também decidiram entrar com uma ação, em conjunto, no STJD para derrubar a liminar, concedida pelo tribunal ao Flamengo, que permite a presença de torcida nos jogos do rubro-negro.

 

Em Brasil x Argentina que durou apenas cinco minutos, saúde pública vence
Andreas Pereira se destaca nos treinos e a expectativa dos torcedores aumentam
Com contratações europeias, clubes brasileiros de futebol podem formar uma hegemonia entre si na América do Sul

 

Apenas o Flamengo não participou da reunião, pois recusou o convite e em nota afirmou que “não cabe aos clubes ou à CBF decidir sobre a presença do público nos estádios”.

 

(Foto de Destaque: GrêmioxFlamengo pelo jogo de ida da Copa do Brasil. Reprodução: Wesley Santos/ Gazeta Press.)

Deixe um comentário