Notícias

Com o alta no preço da gasolina, brasileiros vão a Argentina para abastecer

Com o quarto aumento anual da gasolina, Brasileiros cruzam a fronteira Argentina para abastecer os seus veículos, por ter uma redução de quase metade do valor referente a terras brasileiras.

3 min de leitura
30 Out 2021 - 14h01 | Atulizado em 30 Out 2021 - 14h01

Com o último aumento da gasolina e do diesel essa semana no Brasil, alguns moradores do país cruzam a fronteira para abastecer o carro na Argentina, por ter uma reduzido a quase metade do valor.  

Brasileiros dizem aceitar a demora nas filas de terras argentinas, pois vale mais a pena devido ao valor que pagam no combustível em Foz do Iguaçu. O valor da gasolina atualmente nos posto de Foz, é em média R$6,14 enquanto nos postos após a fronteira está saindo em média no preço de R$3,10, quase a metade do valor. 


Brasileiros em espera nos postos Argentinos (Reprodução: G1/ Foto de Giovani Zanardi/ RPC)


Na ultima semana, a Petrobras anunciou que no dia 25/10 iria ter mais um reajuste no preço da gasolina e do diesel em suas refinarias, no dia seguinte dia (26/10), e teria um aumento de aproximadamente de 7% ao atual valor.

Agora, a maioria dos postos Argentinos estão aceitando o pagamento real, pois a procura houve um crescimento discrepante correlação ao valor do Brasil.

https://lorena.r7.com/post/Jason-Momoa-ator-de-Aquaman-machuca-o-olho-nas-gravacoes-do-filme

https://lorena.r7.com/post/Garoto-de-11-anos-ajuda-caes-a-serem-adotados-e-ganha-premio-em-NY

https://lorena.r7.com/post/Serie-Elite-anuncia-renovacao-da-6a-temporada-e-novos-contos-para-dezembro

Em uma declaração ao G1 o motorista de aplicativo disse que era mais vantajoso atravessar a fronteira. "Hoje vale a pena porque o combustível é praticamente metade do valor do nosso combustível no Brasil. Desde que abriu a ponte estou vindo para cá abastecer". 


Brasileiros aproveitam gasolina mais barata na Argentina graças a ponte (Reprodução: G1/ Foto de Giovani Zanardi / RPC)


No Brasil, ja é a quarto aumento anual que ocorre. Em alguns postos a circulação é tão grande que existe fila separada para brasileiros e moradores locais. Em uma entrevista ao G1, o motorista João Ferreira ressaltou que para fazer o teste do covid demora o mesmo equivalente a abastecer o tanque, mais ressaltou "ficamos duas horas e meia pra fazer o teste, mas compensa vim aqui"

Postos de gasolina, já obtem falta de combustível, devido a alta demanda de clientes. 

 

Foto em destaque Posto de Gasolina Shell na Argentina lotado devido ao preço mais baixo, (Reprodução: Foto de Giobani Zanardi/RPC)

Deixe um comentário