Notícias

China confina mais de 1,2 milhões de pessoas para controlar casos de Covid-19

A um mês dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, a China anuncia lockdown em mais uma cidade. Mais de 1 milhão de pessoas foram confinadas na cidade de Henan após 3 casos de Covid-19 serem detectados.

3 min de leitura
04 Jan 2022 - 12h00 | Atulizado em 04 Jan 2022 - 12h00

A China confinou dentro de suas casas mais de um milhão de habitantes de uma cidade do centro do país, nesta terça-feira (4) após a deteccção de 3 casos assintomáticos do coronavírus. 

Em Yuzhou, cidade com 1,17 milhão de habitantes na província de Henan, as autoridades anunciaram que desde a noite de segunda-feira todos os seus habitantes não podiam sair de casa. Em um comunicado divulgado na segunda-feira, a cidade pediu a todos os cidadãos para instalarem "sentinelas e portas para implementar estritamente as medidas de prevenção e controle epidêmico".


Controle de surtos de Covid-19 na China. (Foto:Reprodução/cnsphotos/Reuters)


As autoridades de Henan, ja tinham anunciado que seria paralisado os serviços de ônibus e táxis, e fechariam centros comerciais, atrações turísticas e museus.

 

https://lorena.r7.com/post/Anvisa-recomenda-suspensao-de-cruzeiros-no-Brasil-apos-aumento-de-casos-da-Covid-19

https://lorena.r7.com/post/Brasil-registra-media-movel-de-98-obitos-por-Covid-19

https://lorena.r7.com/post/INSS-volta-a-exigir-prova-de-vida-para-aposentados-e-pensionistas


A china foi o epicentro do Coronavírus, sendo o primeiro país a apresentar o surto da nova epidemia global. A doença se espalhou em um mercado marítimo na cidade de Wuhan, sendo acobertada pelas autoridades chinesas com medo do pânico e da visibilidade do Partido Comunista no resto do mundo; porém, com a inevitável propagação do vírus para outros países no primeiro semestre de 2020, a China passou a adotar estratégias de tolerância zero após superar a primeira onda da pandemia no país. Tentando erradicar completamente o vírus de seu território, a China adota medidas extremas de confinamento, lockdown, controle rígido de fronteiras, disponibilização de testagem em qualquer cidade e vacinação em massa. Em dezembro de 2021, a China alcançou o marco de vacinar 1 bilhão de pessoas, o que equivale a 70% de toda a população do país do leste asiático.

A prevenção aumenta a um mês dos jogos olímpicos de Inverno de Pequim, o que preocupa autoridades chinesas. Nesta terça-feira (4), a China registrou 175 novos casos, 5 deles na província de Henan e 8 numa cidade oriental de Ningbo. Além desses, também foram detectados 95 novos casos na cidade de Xi'an, onde 13 milhões de habitantes estão confinados há quase 2 semanas. Xi'an registrou mais de 1.600 casos desde 9 de dezembro. 

Dois altos funcionários do Partido Comunista desta cidade foram demitidos por rigor insuficiente em prevenir e controlar o surto. 

 

Foto Destaque: Homem segura amostras de testes de Covid-19. Reprodução: AFP/Arquivos

Deixe um comentário