Notícias

Anvisa recomenda suspensão de cruzeiros no Brasil após aumento de casos da Covid-19

A recomendação da Anvisa da suspensão da temporada de cruzeiros no Brasil se deu após o aumento de casos de infectados com o vírus da Covid-19 e o surto da doença nas embarcações.

3 min de leitura
03 Jan 2022 - 17h34 | Atualizado em 03 Jan 2022 - 17h34

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) reforçou o comunicado no dia de ontem, 02 de janeiro, aconselhando a suspensão da temporada de cruzeiros no Brasil. A decisão se deu após o aumento de casos de Covid-19 e os surtos da doença nas embarcações do país.

Em comunicado, a Anvisa sugeriu que os passageiros com viagens já programadas para os próximos dias reconsiderem a decisão, tanto para proteção a saúde, quanto para evitar problemas, já que, existe a possibilidade de o passeio ser interrompido ou que o navio entre em quarentena.

“As investigações conduzidas nos últimos dias demonstram que o vírus Sars-Cov-2 se espalha facilmente entre pessoas próximas a bordo de navios e a chance de contrair Covid-19 em navios de cruzeiro é alta” disse a nota.

https://lorena.r7.com/post/Brasil-registra-media-movel-de-98-obitos-por-Covid-19

https://lorena.r7.com/post/749-cidades-de-MG-estao-em-risco-de-fortes-chuvas

https://lorena.r7.com/post/Predio-do-Parlamento-da-Africa-do-Sul-pega-fogo-neste-domingo


De acordo com a Anvisa, atualmente, há cinco navios de cruzeiro operando no país: Costa Diadema, MSC Preziosa, Costa Fascinosa, MSC Seaside e MSC Splendida.

Splendida e Diadema estão em quarentena, atracados em Santos e Salvador, respectivamente. Somados, eles estão com mais de 140 casos de Covid-19 nas embarcações.

No caso do navio MSC Splendida, cerca de 3.000 passageiros foram impedidos de embarcar neste domingo (02), devido a grande possibilidade de transmissão. Conforme outras informações reveladas pela Anvisa, a embarcação em questão foi notificada no dia 01 de janeiro de 2022, nesse sábado, em relação ao impedimento de embarque.


Momento em que os passageiros foram impedidos de embarcar após o surto da Covid-19 a bordo da Splendida. (Foto: Reprodução/TV Globo)


O navio Preziosa atracou na manhã de ontem (2) no Rio de Janeiro, com aproximadamente 20 casos confirmados. Porém, ele recebeu autorização para novos embarques. Fascinosa e Seaside também seguem operando normalmente, mas o surgimento de novos casos podem impedir os embarques futuramente.

Foto Destaque: Desembarque do navio MSC Preziosa, que chegou de Búzios ao Rio de Janeiro com 28 casos de Covid-19. Reprodução/Wilton Junior/Estadão Conteúdo

Deixe um comentário