Notícias

Brasil registra média móvel de 98 óbitos por Covid-19

O Brasil registrou nos últimos sete dias uma queda de 26% na média móvel de óbitos por Covid. Porém, os casos tiveram um crescimento de 118% na última semana.

3 min de leitura
03 Jan 2022 - 13h12 | Atualizado em 03 Jan 2022 - 13h12

O Brasil registrou, nesta última semana, a média móvel de 98 mortes por Covid-19. Em comparação com a semana anterior a analisada, a queda foi de -26%, segundo dados das secretarias estaduais de Saúde.

 

Ontem (2), o país teve 32 mortes pelo coronavírus. Cinco estados não tiveram nenhum óbito contabilizado: Acre (AC), Amapá (AP), Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Norte (RN) e Sergipe (SE).

 

https://lorena.r7.com/post/Predio-do-Parlamento-da-Africa-do-Sul-pega-fogo-neste-domingo

https://lorena.r7.com/post/Papa-Francisco-fala-sobre-violencia-contra-mulheres-em-mensagem-de-Ano-Novo

https://lorena.r7.com/post/Festa-da-Virada-de-ano-em-Copacabana-tem-arrastao-e-feridos-com-faca


Essa queda na média móvel de mortes, vem ocorrendo desde 31 de julho, quando o Brasil voltou a apresentar óbitos abaixo de 1 mil, após 191 dias seguidos com valores superiores. O pior momento da pandemia, em 12 de abril de 2021, a média móvel de mortes chegou a 3.125.

 

Quanto aos casos confirmados, segundo levantamento do G1, desde o começo da pandemia, o Brasil registrou 22.290.285 pessoas que já tiveram ou estão infectadas e nas últimas 24 horas, 1753 casos foram confirmados. Apesar da queda no número de óbitos, a porcentagem de infectados cresceu 118% em relação a duas semanas atrás, com média de 7.628 diagnósticos por dia na última semana.


Com o aumento da imunização, os óbitos vem apresentando queda e a maioria dos casos de Covid-19 confirmados não apresentam sintomas graves (Foto: Reprodução/Tony Winston/MS)


Atualmente, 4 estados apresentam alto índice de infectados: Amapá (AP), Bahia (BA), Ceará (CE) e Matogrosso (MT). Porém, mesmo com esse crescimento no número de pessoas diagnosticadas pela Covid-19, os dados ainda estão otimistas em comparação com o pior momento da pandemia, visto que, em 23 de junho de 2021, o país alcançou a média móvel de 77.295 casos diários.

 

Para Diego Xavier, pesquisados da Fiocruz, ainda não é possível confirmar que há de fato um crescimento de casos no Brasil, nos últimos dias. Para ele, em entrevista ao Jornal Nacional, essa alta na média móvel de casos pode ter sofrido uma influência do momento em que vários estados do país não informaram seus boletins, devido ao ataque hacker às plataformas do Ministério da Saúde.

 

Foto Destaque: Com as aglomerações de fim de ano e o avanço da variante Ômicron,o número de infectados pode crescer ainda mais nos próximos dias Créditos: Divulgação/HwangMangjoo/Rawpixel

Deixe um comentário