Money

Bitcoin poderá ganhar uma super alta, mas ainda será superado, diz especialista

Dan Morehead, CEO da Capital Pantera, prevê uma alta no valor do bitcoin, mas acredita que Ethereum conseguirá ultrapassar o concorrente e se tornar o novo protagonista ​no mercado de criptoativos.

3 min de leitura
06 Ago 2021 - 17h00 | Atulizado em 06 Ago 2021 - 17h00

Antes de tudo, você pode estar se perguntando o que afinal é um bitcoin? Um Ethereum? Bom, vamos explicar! 

 

Para quem acompanha o mercado de investimentos, mesmo que de longe, com certeza já ouviu a respeito das famosas criptomoedas e seus respectivos altos e baixos sempre tão noticiados.

 

O que é uma criptomoeda?

 

De modo geral, uma criptomoeda nada mais é do que um tipo de dinheiro, como diversos outros dos quais já conhecemos, porém sendo exclusivamente digital. 

 

Tais moedas virtuais são descentralizadas e utilizam criptografia para garantir a segurança durante as transações comerciais. Esse processo se faz viável devido ao blockchain, uma espécie de livro contábil no qual consta o histórico de todas as operações realizadas.

 

Bitcoin X Ethereum

 


 

Criptomoedas: Bitcoin X Ethereum (Miloslav Hamrík/Pixabay)

 


Leia mais: Empresários brasileiros tem grande perda no mês de julho

Leia mais: Brasileiro Brunno Di Olive na lista da nova geração de CEO’s e Milionários Under 30

Free Fire é o novo patrocinador das seleções brasileiras de futebol

 

Segundo Dan Morehead, CEO da Pantera Capital, grande empresa de investimentos em criptomoedas, o bitcoin provavelmente sofrerá mais algumas quedas e variações, podendo encerrar o ano com um preço entre US$80.000 e US$90.000, porém deve atingir um nível acima de US$120.000 em torno de um ano. 

 

Para Morehead, mesmo com o Ethereum se colocando cada vez mais como o principal concorrente do bitcoin, o BTC certamente se recuperará de sua recente queda no segundo trimestre deste ano, momento em que recuou por volta de 40%.

 

Para ele, dentre os vários motivos que poderão impulsionar tal recuperação, o mais evidente é o aumento do uso das criptomoedas por investidores institucionais. Com isso, o valor do bitcoin será capaz de chegar a US$700.000 na próxima década. 

 

Na segunda-feira, 2 de agosto, em sua participação no Reuters Global Markets Forum, o especialista comparou o BTC e o Ethereum (ETH) ao afirmar que o segundo leva grande vantagem em relação ao primeiro por ser uma moeda mais jovem, fator que ajudaria o ETH a subir. 

 

Morehead acredita que com seu menor impacto ambiental e suas diversas atualizações técnicas, principalmente a EIP 1559, o Ethereum não terá problemas em se tornar um ativo fixo.

 

Além disso, ele também afirma que a mudança para Ethereum 2.0 e a aplicação da criptomoeda em finanças descentralizadas também contribuirão para que a moeda supere o bitcoin.

 

"Você verá uma transição de pessoas que querem armazenar riqueza, fazendo isso em ethereum em vez de apenas bitcoin”, disse o CEO

Do que não se tem dúvida é que o Bitcoin, ao passo que se torne mais escasso, acumulará ainda mais valor durante o tempo. No entanto, em busca de se tornar maior do que seu concorrente no futuro, o Ethereum certamente irá com tudo nesta corrida acirrada pelo topo.

 

(Foto destaque: Alesia Kosik/Pexels.com)

Deixe um comentário