Notícias

Biden e Putin conversam na próxima terça-feira sobre a crise na Ucrânia

Reunião por vídeo chamada abordará crise Rússia-Ucrânia, até o momento somente o Kremlin confirmou a interlocução. Biden também falará com o presidente ucraniano.

3 min de leitura
04 Dez 2021 - 21h07 | Atualizado em 04 Dez 2021 - 21h07

Na próxima terça-feira (7), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o executivo russo, Vladimir Putin, conversam em uma vídeo chamada sobre a crise na Ucrânia, informa a Associated Press.

 

A conversa acontecerá no meio das tensões entre a Rússia e os Estados Unidos, em razão do aumento das tropas russas na fronteira com a Ucrânia, sendo visto como um sinal de uma possível invasão. A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e o governo americano consideram que a movimentação é considerada “incomum”.


 

Otan e o governo americano conseideram movimentação russa "incomum". (Foto:Yves Herman/ Reuters)


A Ucrânia declara que o governo  russo tenta desequilibrar o país antes de uma provável invasão militar. O Kremlin negou o ataque e disse que o apoio da Otan ao país europeu é uma ameaça progressiva na região ocidental da Rússia. O ministro da defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, afirmou que estima-se que 94.300 soldados russos estão perto do país e na Crimeia, e alertou que a invasão pode acontecer em janeiro do próximo ano.

 

Em novembro, foi revelado por fotos de satélite que as bases militares russas estão a oeste da Ucrânia com canhões automotores, veículos de combate de infantaria e tanques de batalha. Após a divulgação, o Ministério da Defesa russo afirmou que os exercícios militares começaram na região sul, que faz fronteira com a Ucrânia, são regulares e envolvem 10 mil soldados.

 

https://lorena.r7.com/post/Estados-Unidos-e-China-discutem-em-plena-vespera-da-Reuniao-Biden-Xi

https://lorena.r7.com/post/Reducao-da-importacao-de-soja-dos-EUA-sera-feita-pela-China

https://lorena.r7.com/post/Governo-americano-aconselha-populacao-a-nao-viajar-para-alguns-paises-da-Europa-na-pandemia 


Oficiais dos EUA e ex-diplomatas americanos apontam que Putin está, claramente, preparando as bases para uma possível invasão e que os militares da Ucrânia estão mais bem preparados e  armados hoje do que no passado. O presidente americano expressou que está reunindo esforços para tornar mais difícil para o “Sr. Putin seguir em frente e fazer o que as pessoas estão preocupadas que ele possa fazer”.

 

Além de conservar com o Putin, Biden falará com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, na próxima semana. Até o momento, somente o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, confirmou a conversa entre os governos russo e americano. A Casa Branca não se pronunciou.  

 

Foto destaque: Biden e Putin. Reprodução/EPA

Deixe um comentário