Celebridades

Atrizes de Sex and the City se pronunciam sobre acusações de agressão sexual feitas contra Chris Noth

As atrizes Sarah Jessica Parker, Cynthia Nixon e Kristin Davis, quebram silêncio e se pronunciam sobre as acusações de agressão sexual feitas contra o ator Chris Noth, parceiro de filmagens das séries "Sex and the City" e "And Just Like That”

3 min de leitura
21 Dez 2021 - 12h31 | Atualizado em 21 Dez 2021 - 12h31

Sarah Jessica Parker quebrou o silêncio e se pronunciou sobre as acusações de agressão sexual que foram feitas contra seu companheiro de filmagens Chris Noth, o Mr. Big das séries "Sex and the City" e "And Just Like That”. Na noite de segunda-feira (20), ela fez um post no Stories de seu Instagram, que foi assinado também por Cynthia Nixon e Kristin Davis, as outras protagonistas das séries, onde elas mostram seu apoio as três mulheres que fizeram a denúncia contra o ator. Essas mulheres teriam sido vítimas de Chris Noth, de 67 anos, em diferentes ocasiões ao longo de sua vida, mas ele nega todas as acusações. Chris foi dispensado por sua agência esta semana e também foi demitido da série "The Equalizer".

"Estamos profundamente tristes em ouvir as acusações contra Chris Noth”, dizia o comunicado das três atrizes. “Apoiamos as mulheres que se apresentaram e compartilharam suas experiências dolorosas. Sabemos que é uma coisa muito difícil de fazer e as elogiamos por isso. Cynthia Nixon, Sarah Jessica Parker e Kristin Davis", finaliza o texto.


Comunicado das atrizes Cynthia Nixon, Sarah Jessica Parker e Kristin Davis (Foto: Reprodução/ Instagram)


Após a estreia de "And Just Like That", a sequência de "Sex and the City", que foi grande sucesso desde os anos 2000 na HBO, três mulheres vieram a público acusar o ator Chris Noth de agressão sexual. Uma delas se identificou como ao The Hollywood Reporter como Zoe e teria conhecido Chris porque trabalhava em Los Angeles numa “empresa de alto perfil, onde ele e outras celebridades tinham negócios regularmente”. Ele a teria estuprado em 2004, quando tinha 49 anos e ela, 22, depois que ela aceitou um convite para ir ao seu apartamento. Após a suposta agressão, ela foi hospitalizada para levar pontos no hospital Cedars-Sinai.


Sarah Jessica Parker e Chris Noth em gravação de filme (Foto: Reprodução/ Getty Images)


Sua declaração foi confirmada por um amigo, que agora é psicólogo infantil, pelo chefe de Zoe na época, que explicou que a pedido dela, não compartilhou detalhes do acontecido e pelo Centro de Tratamento de Estupro da Universidade da Califórnia, que confirmou que tratou de Zoe.

A segunda mulher usou o pseudônimo de Lily, tinha 25 anos e era garçonete de uma boate quando foi abordada pelo ator em 2015. Ela aceitou o convite para ir jantar com ele no Il Cantinori, que é um restaurante visto em um episódio de Sex and the City. Ao chegarem lá, a cozinha já estava fechada e Chris decidiu levá-la para seu apartamento, que fica na região, onde a agressão teria acontecido. Uma amiga de Lily contou ao The Hollywood Reporter que ouviu uma mensagem de voz de Chris Noth sugerindo que Lily chamasse a polícia.

https://lorena.r7.com/colunista/Alanis-Meira/post/Em-entrevista-Meryl-Streep-diz-que-perdeu-a-habilidade-de-atuar

https://lorena.r7.com/colunista/Alanis-Meira/post/Tom-Cruise-enviou-300-bolos-por-jato-particular-para-equipe-de-Missao-Impossivel

https://lorena.r7.com/colunista/Alanis-Meira/post/Ator-Andre-Goncalves-recebe-mais-um-pedido-de-prisao-por-pensao


A terceira mulher, Ava, disse ao site The Daily Beast que a violência sexual aconteceu quando ela tinha 18 anos e trabalhava em um restaurante como recepcionista e cantora. Noth a teria puxado para seu colo, apalpando seu corpo, a penetrado com os dedos e a beijado à força. Ela só teria conseguido se livrar dele depois de convencê-lo a encontrá-lo depois.

Foto Destaque: Sarah Jessica Parker e Chris Noth. Reprodução/ Instagram

Deixe um comentário