Cinema/TV

Armie Hammer está sendo investigado por estupro pela LAPD

Armie Hammer, mais conhecido por interpretar o papel de Oliver em "Me Chame pelo Seu Nome" esta sendo investigado pela LAPD por supostas acusações de agressão sexual, por uma de suas ex companheiras.

3 min de leitura
22 Mar 2021 - 11h50 | Atulizado em 22 Mar 2021 - 11h50

Armie Hammer, um ator estadunidense mais conhecido por seus trabalhos em Me Chame Pelo seu Nome e mais recentemente, pelo longa produzido pela Netflix chamado Rebecca: Uma Mulher Inesquecível, está sendo investigado pela polícia do estado de Los Angeles por estupro, após acusações feitas por uma de suas ex-namoradas. 

A mulher anônima que fez as primeiras alegações sobre Armie Hammer nas redes sociais se apresentou publicamente durante uma entrevista coletiva com sua advogada Gloria Allred . Effie está acusando Hammer de estupro violento e abuso físico, durante seu relacionamento de quatro anos, de 2016 a 2020.

Effie, que tem 24 anos e mora na Europa, não revelou seu nome legal completo durante a coletiva de imprensa. Até agora, acredita-se que ela tenha sido a mulher por trás da conta do Instagram: House of Effie, que primeiro trouxe à tona as reivindicações contra Hammer. Durante a coletiva de imprensa, Allred não quis comentar se seu cliente estava por trás da conta de mídia social.

Chorando incontrolavelmente na conferência de imprensa virtual, Effie diz durante o suposto estupro, Hammer bateu em seus pés “para que doessem” a cada passo que ela dava. Ela diz que tentou fugir mas ele não a deixou. “Achei que ele fosse me matar”, diz Effie. 

“Em 24 de abril de 2017, Armie Hammer me estuprou violentamente por mais de quatro horas em Los Angeles, durante as quais ele bateu repetidamente minha cabeça contra a parede, machucando meu rosto”, disse Effie. “Ele também cometeu outros atos de violência contra mim, os quais eu não consenti”, revela a suposta vítima. 


A suposta vítima e Armie Hammer. (Foto: Reprodução/Gloria Allred)


Junto com uma declaração negando veementemente a alegação de estupro, o advogado de Hammer, Andrew Brettler, da Lavely & Singer, enviou uma captura de tela da correspondência por mensagem de texto que dizem ser entre Hammer e Effie, na qual Hammer escreve: Não vou ser capaz de me envolver em você dessa maneira específica agora. Isso nunca acaba bem. Podemos conversar e ser amigos, mas não posso fazer isso”.

Brettler disse em um comunicado, que a correspondencia entre os dois mina e refuta suas acusações ultrajantes. Que recentemente, em 18 de julho de 2020, ela o enviou textos gráficos para Hammer, dizendo o que ela queria que ele fizesse com ela. Hammer respondeu deixando claro que ele não queria manter aquele tipo de relacionamento com a suposta vítima.

Em uma declaração, Hammer diz que nunca foi sua intenção expor ou envergonhar os fetiches de Effie, ou seus desejos sexuais pervertidos, e diz que: "ela agora escalou este assunto para outro nível ao contratar um advogado cívil para hospedar uma coletiva de imprensa pública".

“Desde o primeiro dia, o Sr. Hammer afirmou que todas as suas interações com a suposta vítima, e todas as outras parceiras sexuais dele, foram completamente consensuais, discutidos e acordados com antecedência, e mutuamente participativos. A busca de atenção dela e uma oferta legal imprudente apenas tornará mais difícil para as verdadeiras vítimas de violência sexual obter a justiça que merecem”, revela Brettler.

Novo thriller da Netflix 'The Gray Man' com Ryan Gosling muda suas filmagens para Praga

Ator de 'Lupin' diz que não esperava sucesso global

Tom Hiddleston e Owen Wilson fazem video para mostrar novo pôster de Loki

Pouco tempo depois da coletiva de imprensa, foi confirmado pela LAPD (Polícia de Los Angeles) que o ator Hammer estava sendo investigado por estupro, revelando que Hammer é o principal suspeito em uma alegada investigação de agressão sexual que foi iniciada em 3 de fevereiro deste ano. 

Effie revela que tinha 20 anos quando conheceu Hammer via Facebook em 2016. Ela diz que “se apaixonou por ele instantaneamente”, e o relacionamento progrediu rapidamente com as emoções à flor da pele. Olhando para trás, ela agora vê “táticas claras de manipulação” usadas pelo ator, explicando aos repórteres que ao longo dos anos, à medida que o relacionamento continuava, ela “tentou descartar suas ações como uma forma distorcida de amor”.

“Ele costumava testar minha devoção a ele”, disse Effie, acrescentando que Hammer se tornou cada vez mais violento. “Ele abusou de mim mentalmente, emocionalmente e sexualmente”, afirma. Allred disse que a celebridade de Hammer pode ter influenciado a coerção do cliente dela.

“Frequentemente, homens famosos selecionam mulheres vulneráveis, especialmente algumas de suas fãs, para usar e abusar. As celebridades costumam fazer essa escolha porque podem sentir que podem usar mais facilmente o poder de sua celebridade para seduzir e manipular os fãs que o admiram ou idolatram”, disse a advogada. “Eles também podem contar com o medo que muitas mulheres têm de se manifestar contra uma celebridade.”

Quando os DMs, publicados pela suposta conta de Effie, "House of Effie", vazaram pela primeira vez online, a controvérsia foi amplamente considerada lasciva, dada a natureza bizarra das alegações, que começaram como acusações de fetiches canibalísticos . Mas à medida que mais informações e alegações começaram a surgir, as mulheres acusando Hammer disseram que havia muito mais nas alegações lascivas. As ex de Hammer dizem que o ator estava usando suas tendências sexuais como uma cortina de fumaça. Elas o estão acusando de abuso emocional, manipulação e coerção.

Effie foi contatada por muitos outros que alegam que também foram vítimas de Hammer durante suas relações sexuais com ele, de acordo com Allred, que disse que seu cliente decidiu falar para alertar as mulheres sobre o suposto abuso de Hammer. Outra ex-namorada de Hammer, Paige Lorenze, também disse em entrevistas à mídia que conheceu Hammer no Instagram quando tinha 20 anos, aparentemente estabelecendo um padrão para Hammer.

 

(Foto Destaque: "Armie Hammer está sendo investigado por estupro pela LAPD". Reprodução/Cabana do Leitor)

 

 

Deixe um comentário