Notícias

Apresentação do relatório final da CPI da Covid-19 é adiada

A leitura do relatório final que seria realizada nesta terça-feira (19/10), é adiada pelo presidente da comissão, o senador Omar Aziz. O relatório produzido pela CPI da Covid aponta 11 crimes cometidos por Bolsonaro.

3 min de leitura
18 Out 2021 - 09h00 | Atualizado em 18 Out 2021 - 09h00

A Comissão de Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, anunciou neste domingo (17), que a leitura do relatório final da comissão foi adiada. A apresentação estava marcada para a próxima terça-feira (19) e por decisão do presidente da comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM), ela acabou sendo adiada. O senador e relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), informou ao G1 que é a favor do adiamento.

"A decisão não foi minha, foi do presidente, senador Omar. E eu concordo. Teremos mais tempo para discutir melhor o parecer e encaminhar melhores soluções. Acho que isso ajudará bastante no debate, dará mais tempo", declarou Renan.

Ainda segundo Renan Calheiros, debates e alterações do texto devem ser realizadas nos próximos dias, em virtude das divergências apresentadas pelos senadores.


Presidente da comissão, senador Omar Aziz. (Foto:  Pedro França/Agência Senado)


O senador Omar Aziz relatou ao R7, um dos motivos pelo qual a apresentação do relatório final foi adiada: "ficaria muito em cima da hora votar [o relatóriofinal] um dia depois da leitura".

Parte do relatório já foi divulgado na imprensa, que indica o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por 11 crimes durante a condução da pandemia. Dentre eles, conforme apuração feita pelo G1, são:

- O governo manteve um gabinete paralelo para dar suporte a medidas na área de saúde contra as evidências científicas;

- Trabalhou com a intenção de imunizar a população por meio de contaminação natural, a chamada imunização de rebanho;

- Priorizou o tratamento precoce sem eficácia comprovada;

- Agiu contra a adoção de medidas não farmacológicas, como o distanciamento social e o uso de máscaras;

- Deliberadamente, atuou para atrasar a compra de vacinas.

 https://lorena.r7.com/post/Brasil-registra-segundo-menor-numero-de-mortes-diaria-por-Covid-19-no-ano

https://lorena.r7.com/post/Di-Cariello-brasiliense-faz-sucesso-no-YouTube-ao-mostrar-carreira-de-sucesso

https://lorena.r7.com/post/Queda-de-aviao-russo-deixa-16-mortos

Além de homicídio por omissão no enfrentamento da Covid, prevaricação, genocídio de indígenas, charlatanismo e crime de responsabilidade. Omar Aziz confirmou o adiamento da apresentação do relatório para quarta-feira (20), e a votação para o dia 26 de outubro, na terça da próxima semana. 

A CPI da Covid será finalizada nesta semana. O G7 – grupo de senadores de oposição e independentes que são majoritários, irão se reunir nesta segunda-feira (18), para retificar o relatório e prepara-lo para votação e aprovação no plenário.

 

Foto destaque: Edilson Rodrigues/Agência Senado/Flick

Deixe um comentário