Notícias

Anestesista é preso em flagrante após ser filmado estuprando paciente

Médico anestesista foi preso e atuado em flagrante por estupro. Giovanni Quintella Bezerra estuprou sua paciente do Hospital da Mulher em Vilar dos Teles.

3 min de leitura
11 Jul 2022 - 09h29 | Atualizado em 11 Jul 2022 - 09h29

Na madrugada desta segunda-feira (11), um médico anestesista foi preso e atuado em flagrante por estupro. Giovanni Quintella Bezerra abusou de uma paciente que passava por um parto cesárea, a mesma estava dopada devido a cirurgia, no Hospital da Mulher em Vilar dos Teles, São João Meriti, município da Baixada Fluminense, segundo investigadores.

Funcionários da instituição hospitalar conseguiram filmar o anestesista violando a paciente ao locar o pênis na boca da mesma, durante sua atuação como médico responsável por administrar sedativos no parto dela.

A equipe já desconfiava do comportamento de Giovanni, estranhavam a quantidade de sedativo administrada por ele nas grávidas. De última hora, os colegas de trabalho do anestesista conseguiram esconder o celular e filmar em flagrante o crime, após outras duas cirurgias as quais era inviável utilização de aparelhos para a gravação. Após ser preso, Giovanni permaneceu em silêncio, assim como a sua defesa.


Giovanni postou foto no Hospital neste domingo (10). (Foto: Reprodução/Instagram)


Também nessa segunda-feira, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu um processo para expulsar o anestesista, devido às condutas, além do flagrante, há expectativas de um processo bem resolvido. Clovis Bersot Munhos, presidente do Cremerj expõe dizendo que “as cenas são absurdas”.

Uma nota de conduta do médico foi emitida pela Fundação de Saúde do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Estado de Saúde, a que o Hospital da Mulher de Vilar Teles está subordinado. Repudiaram o comportamento: “Informamos que será aberta uma sindicância interna para tomar medidas administrativas, além de notificação ao Cremerj. A equipe do Hospital da Mulher está prestando todo apoio à vítima e à sua família.”

“Esse comportamento, além de merecer nosso repúdio, constitui-se em crime, que deve ser punido de acordo com a legislação em vigor”, completam na nota.

A polícia está em investigação, tentando descobrir outras e quais possíveis vítimas do anestesista.

 

Foto Destaque: Giovanni sendo levado. Reprodução/G1/TV Globo.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo