Celebridades

Ana Maria Braga se retrata ao vivo após ser taxada de racista na internet

A apresentadora do Mais Você foi acusada de discriminação após fala polêmica. Ela utilizou do "ao vivo" para se desculpar pelo ocorrido, afirmando ser "vício de linguagem".

3 min de leitura
24 Set 2021 - 19h35 | Atulizado em 24 Set 2021 - 19h35

A apresentadora Ana Maria Braga, aos 72 anos, aproveitou o momento ao vivo no “Mais Você” desta quinta (23), para se retratar de uma fala que gerou polêmica. A frase foi dita um dia antes, na quarta (22), e foi considerada, por muitos, com certo teor racista. Ela afirma que analisou as críticas direcionadas a si e repensou sua atitude.


Ana Maria Braga ganhou girassóis após reportagem em que ocorreu a polêmica (Foto: Reprodução/Instagram)


Durante uma reportagem em seu programa, ela conversava com o repórter Fabrício Battaglini, o qual estava em uma plantação de girassóis na Cidade de Cerquilho, no interior de São Paulo. “Tem alguns momentos – não quando vocês passam perrengues, eu fui repórter de rua durante muito tempo – que morro de inveja, inveja boa, inveja branca de estar aí onde você está. Você aí, e eu aqui, hoje”, disse.

Não demorou muito para que a expressão tomasse uma repercussão negativa na internet. Diversos internautas acusaram a jornalista de racista, considerando que Ana Maria associou a cor branca como algo positivo, enquanto a cor preta ao contexto negativo.

 

https://lorena.r7.com/post/De-ferias-no-Maranhao-Sheron-Menezzes-anuncia-noivado-com-Saulo-Camelo

https://lorena.r7.com/post/Lazaro-Ramos-grava-video-de-despedida-da-Globo-e-emociona-famosos-e-fas

https://lorena.r7.com/post/Nora-de-Tarcisio-Meira-demonstra-a-relacao-de-Tarcisinho-e-Gloria-Menezes-apos-a-morte-do-ator


No dia seguinte, a celebridade usou sua exibição para se desculpar de sua colocação questionável. Enquanto se retratava, ela confirmou que irá “aprender com o erro” e que tal fato “jamais se repetirá”. “Ontem, fiz um comentário sobre inveja. Teve gente, principalmente da comunidade negra, que se sentiou ofendida. Eu li os argumentos na internet e vi que as pessoas têm razão. Pessoas, ao longo da vida e que têm o RG antigo como eu, usam expressões que fizeram parte de um outro mundo, outro momento. Peço desculpas. Com isso, eu aprendo. É uma oportunidade para que sumam rapidamente esses vícios de linguagem. Não se repetirá”, justificou.

Ana Maria Braga, inclusive, convidou uma ativista negra para explicar sobre o assunto, dispondo de fundamentos para dizer o porquê de não existir racismo reverso. A explicação foi que “ele é uma relação de poder e quem foi escravizado por mais de 300 anos foram os negros sequestrados na África, e não a população branca”.

 

Foto Destaque: Ana Maria Braga. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário