Carolina Dieckmann desabafa sobre o caso Henry: 'Ainda não consigo falar direito sobre'

Publicado 09 de Apr de 2021 às 21:00

Na tarde desta sexta-feira (09), Carolina Dieckmann utilizou suas redes sociais para desabafar sobre o caso do menino Henry, de 4 anos, filho de Monique Medeiros da Costa, namorada do Dr. Jairinho. O casal foi preso ontem (09), após ser constatada uma possível participação de ambos na morte da criança no último dia 8 de março.

 

 Em sua publicação, a atriz global externou sua revolta e assumiu ainda não estar preparada para dissertar sobre o assunto. "Eu ainda não consigo falar direito sobre isso, mas acho que preciso (toda mãe e todo pai precisa) tentar falar, refletir, OLHAR... Uma criança era torturada. Uma criança foi torturada até a morte pelo padrasto. Aos olhos da mãe? Impossível que a gente não pense, repense sobre tudo que podia ter sido feito para evitar essa tragédia", iniciou.

 

"Torcendo para que a justiça dos homens aconteça, porque a justiça divina é implacável. À memória do Henry, todo meu AMOR de mãe, toda minha DOR de mãe e também toda minha revolta de mãe! Fiquem atentos ao primeiro sinal de violência física ou psicológica. Vá embora, denuncie, acredite em seus filhos, não espere a próxima vez, pode ser a última. Descanse em paz, pequeno Henry. Minha solidariedade e desejo de que Deus possa dar conforto a Leniel, pai do Henry", finalizou.



Henry, de 4 anos, morreu no último dia 08 de março. (Foto: Reprodução/Instagram) 


Laura Keller expõe suposta traição do ex, se arrepende e volta atrás 


BBB21: Sarah relembra polêmica com Pocah em Los Angeles


Carla Diaz recebe carinho de fãs em aeroporto de São Paulo: "Durmi só uma hora" 

 

Em entrevista à Rede Globo, Leniel, que é pai de Henry, detalhou os seus últimos momentos ao lado do filho. “Na quarta-feira antes do meu filho falecer, eu ligo para o meu filho e o meu filho fala que não queria ir para a casa da mãe. Eu pergunto pra ele de novo porque ele tava triste, ele estava bem tristinho, aí ele falou assim: ‘papai, o tio me machuca, tio Jairinho me machuca’. E ali ela falou: ‘ó, esquece, isso não acontece, inclusive eu mataria se eu descobrisse que o Jairinho…que ele machuca nosso filho”. 

 

“Nunca vou esquecer de cada minuto do nosso último final de semana juntos. Deixar você bem, cheio de vida, com todos os sonhos e vontades de uma criança inocente. Desculpe o papai por não ter feito mais, lutado mais e protegido você muito mais. Confiamos que Deus fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia (Salmos 37)”, concluiu. 

 

(Foto Destaque: Carolina Dieckmann. Reprodução/Instagram) 

Deixe um comentário