Tech

iFood e Tembici expandem parceria de ciclocentregas

Mirando na sustentabilidade e no conforto dos entregadores, parceria entre Tembici e iFood oferecerá além da bicicleta elétrica, equipamentos de proteção e pontos de apoio para os entregadores.

3 min de leitura
11 Nov 2021 - 21h47 | Atualizado em 11 Nov 2021 - 21h47

A parceria iniciada há um ano entre a startup de micromobilidade Tembici e o iFood inicia uma nova fase de expansão das ‘cicloentregas’ após contabilizar cerca de um milhão de entregas por meio de bikes elétricas. Além de Rio de Janeiro e São Paulo, o Pedal chegará, em 2022, às cidades de Salvador, Recife, Brasília e Porto Alegre com cerca de 2,5 mil ecobikes.

A escolha das cidades foi decidida com base em pesquisas, e demandas dos entregadores que sofrem com a precarização e encarecimento do transporte. É previsto que sejam disponibilizados ainda equipamentos de proteção, como capacetes, e pontos de apoio equipados de água, banheiros, mesas e postos de recarga de celular e espaço de descanso. Os entregadores do aplicativo continuarão contando ainda com o Pedal Responsa, curso digital de conteúdo formativo.



Bike e equipamentos oferecidos por iFood Pedal. (Foto: Midori de Lucca/Reprodução)


 

Como ter acesso ao iFood Pedal

Disponível por enquanto somente para Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), para realizar entregas com o iFood Pedal, é preciso acessar a seção ‘iFood Pedal’ no aplicativo do serviço de entregas para entregador. Em seguida, será necessário realizar um cadastro e escolher um plano, onde o mensal custa R$ 34,90 e o plano semanal R$ 9,90, podendo pagar por meio de cartão de débito, crédito ou em dinheiro. O recurso é exclusivo para o entregadores.

https://lorena.r7.com/post/Nike-e-grifes-de-moda-miram-no-metaverso

https://lorena.r7.com/post/Microsoft-Novo-notebook-e-sistema-operacional-para-a-educacao

https://lorena.r7.com/post/Relogios-de-alguns-celulares-continuam-se-alterando-com-o-horario-de-verao

Como surgiu a iniciativa

O iFood Pedal surgiu, segundo Tomás Martins, CEO da startup Tembici, da alta demanda de entregas no delivery, onde a sustentabilidade ecológica precisa ser ampliada. “Entendemos que a pandemia acelerou um movimento que só tem a crescer no Brasil e no mundo. Exemplo disso é que, em um ano, mais de 13 mil entregadores se cadastraram. A tendência de cicloentrega se consolida e nossa expectativa é de que haja cada vez mais expansão na utilização desses serviços”, explicou o CEO em entrevista para a Forbes.

Segundo a startup de micromobilidade ainda, o Pedal evitou, somando as entregas feitas durante esse período, cerca de 271 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera. A companhia oferece 16 mil bicicletas na América Latina e estima expandir o número para 26 mil em 2022, investindo cada vez mais na sustentabilidade urbana.


Foto Destaque: iFood Pedal. Reprodução/
Midori de Lucca

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo