Cinema/TV

Viúva Negra: Scarlett Johansson processa a Disney por lançamento do filme

A atriz Scarlett Johansson, protagonista do filme Viúva Negra, da Marvel, abriu uma ação contra a Disney por quebra de contrato. Emma Stone, estrela do filme Cruella, também considera processar a plataforma.

3 min de leitura
30 Jul 2021 - 18h04 | Atulizado em 30 Jul 2021 - 18h04

A atriz Scarlett Johansson, protagonista do filme “Viúva Negra”, está processando a Disney por lançamento do filme na plataforma de streaming antes da data de acordo. Assim como Scarlett, Emma Stone, estrela de “Cruella”, também considera processar a plataforma.

De acordo com o The Wall Street Journal, Scarlett Johansson entrou com uma ação no Tribunal Superior de Los Angeles (EUA) alegando quebra de contrato. A atriz argumenta que seu contrato com Marvel Entertainment garantia um lançamento exclusivo no cinema, e seu salário se baseava em grande parte no desempenho de bilheteria do filme.


Winston Duke dublará Batman no audiodrama 'Batman Unburied'

The Continental | Série derivada de John Wick tem detalhes revelados

Loki | Diretora da série comenta cena final entre Sylvie e Loki


 A Disney intencionalmente furou o acordo, sem justificativa, para impedir que a sra. Johansson desfrute dos benefícios integrais de seu pacto com a Marvel”, diz o documento.

No entanto, Walt Disney Company respondeu publicamente a atriz, criticando-a por “desrespeito” pelas consequências da pandemia da COVID-19 e ainda chamou o caso de “triste”.

Não há mérito algum neste processo, que é especialmente triste e angustiante em seu desrespeito cruel pelos terríveis e prolongados efeitos globais da pandemia da covid-19. A Disney cumpriu totalmente o contrato da Sra. Johansson e, além disso, o lançamento de 'Viúva Negra' no Disney + com Premier Access aumentou significativamente sua capacidade de ganhar uma compensação adicional em cima dos US$ 20 milhões que ela recebeu até o momento.”, dizem os representantes da Disney.


Cartaz do filme "Viúva Negra", publicado pela Disney. (Divulgação/Instagram)


Em comunicado à Variety, John Berlinski, advogado de Scarlett Johansson, disse: “Não é segredo que a Disney está lançando filmes como Viúva Negra diretamente no Disney+ para aumentar o número de assinantes e, assim, aumentar o preço das ações da empresa – e que está se escondendo atrás da Covid-19 como pretexto para isso. Mas ignorar os contratos dos artistas responsáveis ​​pelo sucesso de seus filmes em prol dessa estratégia míope viola seus direitos e esperamos provar isso no tribunal. Este certamente não será o último caso em que um talento de Hollywood enfrenta a Disney, e o processo deixa claro que, independentemente do que a empresa possa fingir, tem a obrigação legal de honrar seus contratos.”


Assista ao trailer de Viúva Negra. (Reprodução/Instagram)


Scarlett Johansson, que também assina como produtora de “Viúva Negra”, não é a primeira cineasta a se incomodar com uma mudança do tipo. De acordo com Matthew Belloni, antigo editor do The Hollywood Reporter e advogado de entretenimento, a protagonista de “Cruella”, Emma Stone, também planeja abrir um processo similar ao de Scarlett.

Em nota, Belloni disse: “Emma Stone, estrela de Cruella, está avaliando suas opções”, escreveu. Segundo o jornalista, a atriz Emily Blunt também pode se manifestar após a estreia de Jungle Cruise” neste fim de semana. Belloni chamou a Disney de “notoriamente difícil de lidar.” nessas circunstâncias, acrescentando que outros criativos estão esperando nos bastidores que mais alguém famoso se manifeste.

 

(Foto destaque: Viúva Negra: Scarlett Johansson processa a Disney por lançamento do filme. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário