Esportes

Risco de convocação para guerra e fuga pela fronteira: Atualizações sobre a situação dos jogadores brasileiros na Ucrânia

Brasileiros do Shakhtar e outros clubes ucranianos vivem momentos de angústia nos últimos dias de guerra entre Rússia e Ucrânia e alguns tentam deixar o país; brasileiro naturalizado ucraniano corre o risco de ser convocado pelo exército local

3 min de leitura
25 Fev 2022 - 14h25 | Atualizado em 25 Fev 2022 - 14h25

A todo momento chegam novas informações sobre as tentaivas de estrangeiros saírem de Rússia e Ucrânia, países que entraram oficialmente em conflito durante esta semana. Entre esses casos há os de brasileiros, e os amantes do futebol tem acompanhado de perto a situação dos jogadores que jogam em solo ucraniano e recentemente chamaram a atenção na web ao pedir ajuda ás autoridades brasileiras para deixar o páis. A apreensão dos jogadores e suas famílias tem se agravado conforme o conflito continua e o cenário de guerra aumenta no país. Veja abaixo algumas atualizações chocantes sobre a situação dos atletas e seus familiares até o momento da apuração desta matéria:

Abrigados em hotéis e bunkers

O zagueiro Marlon do Shakhtar Donetski, ex-jogador de Fluminense e Barcelona, registrou em vídeo o local onde jogadores brasileiros e seus familiares estão abrigados desde o início do bombardeio das tropas militares russas na Ucrânia. O vídeo mostra colchões e malas espalhados em um salão de hotel. Além de outros joagores do Shakhtar, dois brasileiros do Dínamo de Kiev, Vitor Naum e Emerson Santana, estão na mesma situação.


Imagem de vídeo registrado por Marlon em bunker de hotel na Ucrânia. (Foto:Reprodução/ge)


"Fuga" pela fronteira

Lucas Rangel, brasileiro que atua pelo Vorskla Poltava, tem registrado sua tentativa de saída da Ucrânia. Desde a última noite até a manhã desta sexta(25), o jogador tem atualizado sua situação em viagem rumo à fronteira do país com a Polônia em suas redes sociais.

"Paramos para abastecer o carro e seguir viagem. Como vocês podem ver, a linha é muito grande. Vem lá de trás. Estamos a madrugada toda na estrada. Desde ontem às 21h até agora. Agora são exatamente 14h (horário da Ucrânia). Peço que mantenham a calma. Se Deus quiser chegaremos ao destino final. Obrigado pelo apoio e consideração de todos" disse Lucas Rangel em seus storys no Instagram.


Lucas Rangel, do Vorskla Poltava, tem registrado tentativa de sair da Ucrânia em suas redes sociais. (Foto:Reprodução/Instagram)


Lucas tem uma possibilidade inusitada de sair do país: Um avião particular o espera na fronteira com a Polônia. Outro brasileiro, habitante dos Estados Unidos, namora uma ucraniana e pagou um avião particular para resgatar mãe de sua namorada na fronteira com a Polônia. Este ofereceu carona no avião para qualquer brasileiro que deseja sair do país, contanto que pegasse sua sogra e a levasse até a fronteira polonesa. Lucas Rangel aceitou a missão, resgatou a sogra do brasileiro e vem tentando chegar à Polônia para embarcar no avião.

Outros jogadores brasileiros que buscam sair da Ucrânia pela fronteira com a polônia e tem registrado suas viagens em suas redes sociais são o volante Edson, ex-jogador do Bahia, junto a Talles Brenner e Fabrício Alvarenga, que atuam pelo Rukh Lviv. O jovem atacante de 18 anos, Guilherme Smith, também tenta sair do país rumo à polônia. 

"Conseguimos pegar um trem a caminho de Lviv, que tudo dê certo", disse Guilherme, ex-botafogo e jogador do Zorya.


Risco de convocação ao exército

Entre os 30 brasileiros que jogam por clubes da primeira divisão do futebol ucraniano, a situação de Junior Moraes é a mais delicada. O jogador revelado pelo Santos joga pelo Shakhtar e vive há 10 anos na Ucrânia, onde se naturalizou para defender a seleção de futebol local. Um decreto presidencial impede a saída de cidadãos ucranianos do país e convoca recrutas e reservistas com urgência. Ele está junto de seus companheiros, em Kiev, enquanto aguarda o desenrolar do conflito do país com a Rússia, mas convive com a tensa possibilidade de ser convocado para o exército da Ucrânia.

Junto e esta apreensão, que teve início na madrugada da última quinta-feira(24), há a saudade de sua esposa Priscila e de seus dois filhos, Lucca e Maria Julia. Antes mesmo do conflito se iniciar, a família do jogador retornou para o Brasil, quando o atacante saiu de férias no final de 2021. Na virada do ano, Moraes viajou com Shakhtar para uma intertemporada na Turquia, só retornando à Ucrânia nesta semana. Junior tem mantido contato com sua família via chamadas de vídeo.


Junior Moraes em foto com sua família. (Foto:Reprodução/Instagram)


Junior Moraes está junto com Marlon e outros brasileiros citados no início desta matéria, no hotel na região central de Kiev. Os jogadores tiveram um espaço improvisado cedido a eles, mas se alimentam com base nas suas reservas do hotel. O estabelecimento deixou claro que não sabe até quando haverá comida.

Moraes se tornou cidadão ucraniano em março de 2019, quando foi convocado pela primeira vez para a seleção da Ucrânia. Desde então, disputou 11 jogos e marcou um gol pelo país. O atacante já tinha planos de lançar um livro contando mais detalhes sobre sua longa carreira na Ucrânia. Certamente o brasileiro não esperava que viveria capítulos tão conturbados para relatar em seu futuro livro.

 

 

Foto destaque: Junior Moraes, jogador do Shakhtar Donetsk. Reprodução/Twitter

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo