Principais FakeNews sobre o coronavírus

Publicado 23 de Nov de 2020 às 15:59

A todo o momento surgem novas notícias sobre maneiras de combater o novo coronavírus. As pessoas buscam na internet ou chegam até elas todas essas informações sobre o vírus. Mas como saber se essas informações são verdadeiras?

A recomendação do Ministério da Saúde é que a cada nova notícia as pessoas procurem a confirmação com médicos especialistas, ou vá até o site do próprio Ministério da Saúde para verificar e confirmar se aquela informação é verdadeira. É importante checar as fontes, verificar se a mesma notícia está em pelo menos 3 sites diferentes e verificar a data da publlicação. 

Segundo especialistas, ainda não há comprovação do uso de hidroxicloroquina ou anticoagulantes, não foi descoberto nada que tenha eficácia contra o vírus. Por enquanto, o recomendado é utilizar apenas remédios para tratar os sintomas, como anti-térmicos se houver febre e analgésico para dores no corpo.

Leia mais: Vitamina D e Zinco no combate contra covid- 19


O uso de máscara ainda é recomendável no combate a covid- 19 (Foto: Reprodução/Catraca livre)


Veja as principais Fakenews listadas pelo Ministério da Saúde

No Mato Grosso, foi feito uma lista se baseando nas 10 FakeNews mais compartilhadas nas redes sociais pelas pessoas.Veja: 

1- O SUS-COVID-19 é um aplicativo falso e quando instalado no celular capta todas as informações do seu aparelho. (FALSO)

2- Governo Federal anuncia a descoberta da vacina do novo coronavírus. (FALSO)

3- Beber muita água e fazer gargarejo com água morna sal e vinagre previne o contágio. (FALSO)

4- Cientistas chineses dizem que coronavírus tornará a maiorias dos infectados do sexo masculino infértil. (FALSO)

5- Coronavírus fica vivo por nove dias no organismo. (FALSO)

6- Óleo consagrado cura coronavírus. (FALSO)

7- Receita com coco cura coronavírus. (FALSO)

8- Vitamina C com água e limão cura coronavírus. (FALSO)

9- Usar álcool em gel nas mãos para prevenção do coronavírus altera resultado no teste do bafômetro em blitze. (FALSO)

10- O novo coronavírus veio de animais domésticos. (FALSO)

 

O Ministério da Saúde disponibilizou para toda a população brasileira um número de WhatsApp para envio de mensagens da população e para tirar dúvidas. Vale destacar que o canal não será um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640

 

(Foto Destaque: Principais FakeNews sobre o coronavírus. Reprodução/BBC)

Deixe um comentário