Notícias

Por meio de uma avaliação escolar, criança denúncia o pai por agressão

Em uma avaliação escolar, uma criança de apenas 8 anos denúncia o pai por agressão, escrevendo um pedido de socorro.

3 min de leitura
28 Nov 2021 - 13h54 | Atualizado em 28 Nov 2021 - 13h54

Em Vale do Anari, Rondônia, a 330 quilômetros de Porto Velho, um menino de 8 anos escreveu em uma avaliação escolar um pedido de ajuda à professora. Na avaliação, ele escreveu: “Por favor me ajuda. Meu pai bate na minha mãe. Chama pra mim a polícia.”  Após a divulgação no jornal local Diário da Amazônia, foi informado que a mãe do garoto sofria diversas agressões do marido, além de ameaças e violência psicológica.  


Criança pede ajuda durante avaliação escolar. (Reprodução/OGlobo)


Em baixo do pedido de socorro, o menino colocou o endereço de sua casa.  As informações foram suficientes para a Polícia Civil ir até o local após ser noticiada pela escola. A criança e seus três irmãos, um de 16, 14 e 13 anos, foram encaminhados a um abrigo da cidade.  De acordo com a polícia, as crianças também eram vítimas das violências praticadas pelo pai há mais de dez anos. A família ficará sob proteção e cuidados do Conselho Tutelar do município enquanto aguarda a decisão da Justiça. 

A mãe das crianças informou que temia que o pior pudesse acontecer com os filhos. Por falta de provas, o agressor que não teve a identidade revelada continua em liberdade. Nessa quinta-feira (25), o pedido da criança viralizou nas redes sociais e gerou muita comoção. Uma pessoa lamentou nas redes sociais: “Gente, que dor, eu chorei, e só de pensar que essa é a realidade de várias mulheres e crianças me dói na alma.” 

 

https://lorena.r7.com/post/Detran-do-Rio-firma-parceria-inedita-com-cartorios-para-emissao-de-CNH

https://lorena.r7.com/post/Formada-em-Oxford-Malala-comemora-diploma-nove-anos-depois-de-sofrer-atentado

https://lorena.r7.com/post/Brasil-fechara-fronteiras-aereas-para-viajantes-do-sul-da-Africa


Uma outra pessoa, profissional da educação, comentou: “O tanto que nós professores ficamos angustiados em saber certas situações nas casas dos nossos pequenos. Eles se tornam nossos filhos. É impossível não se comover com as histórias de cada um.” Em caso de violência e agressão, ligue para o número 180. Para realizar denúncias de violência contra a mulher, também é possível fazer pelo aplicativo Direitos Humanos Brasil e na página da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos.

 

Foto Destaque: Bilhete de criança em uma prova. Reprodução/OGlobo

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo