Notícias

Pesquisa revela que 55% dos brasileiros consomem bebidas alcoólicas

Em uma pesquisa, foi mostrado que 55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas e 42% são mulheres.

3 min de leitura
05 Dez 2021 - 16h00 | Atualizado em 05 Dez 2021 - 16h00

De acordo com o Instituto Brasileiro do Fígado (Ibrafig), mais da metade dos maiores de 18 anos consomem bebidas alcoólicas. Em uma pesquisa, foi mostrado que 55% dos brasileiros com mais de 18 anos de idade consomem bebidas alcoólicas. Foi mostrado também que 32% dos brasileiros, um em cada três indivíduos, consomem semanalmente. Nesse grupo, 44% consomem mais de três doses por dia e 11% consomem acima de dez doses por dia.  

No levantamento foi confirmado que as mulheres (42%) consomem mais bebidas do que os homens (32%) e mais do que a média nacional (37%).  


 

Bar lotado no Brasil. (Foto: Reprodução/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)


A pesquisa foi feita em setembro deste ano. A maioria dos entrevistados acreditam que o consumo frequente de álcool lidera o ranking de causa do câncer de fígado e cirrose. Já 56% dos entrevistados negligencia a saúde quando afirma que nunca fez o exame para avaliar o fígado pelo consumo de bebidas alcoólicas. 

O Instituto Brasileiro do Fígado diz: “Mesmo aquelas pessoas que bebem apenas aos finais de semana, conhecidos como bebedores sociais, têm risco duas vezes maior de cirrose, quando seguem o padrão de consumo caracterizado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como bebedor pesado episódico (BPE), isto é, mais de quatro e cinco doses de álcool por ocasião, respectivamente para mulheres e homens.”  

O presidente do Instituto, Paulo Bittencourt, diz que o consumo moderado de álcool é de 14 doses para homens por semana e 7 doses para mulheres por semana, pode ser considerado segura. Isso para pessoas que não possui nenhuma doença hepática. Aqueles que possuem alguma doença ou gordura no fígado, é indicado não consumir nenhuma bebida alcoólica. 

https://lorena.r7.com/post/Holanda-registra-18-casos-da-cepa-Omicron-veja-como

https://lorena.r7.com/post/Taliba-determina-que-mulheres-precisam-consentir-com-casamento

https://lorena.r7.com/post/Facebook-e-Instagram-apresentam-instabilidade-na-Europa


 O presidente também alertou: “A recomendação é pelo consumo moderado e consciente, dentro dos padrões considerados como mais seguros, para quem não tem doença hepática. Entretanto, para quem passou ocasionalemente do limite, é importante compensar o uso abusivo com abstinência de álcool nos dias subsequentes, beber bastante líquido e se alimentar de forma adequada. O uso de analgésicos pode potencializar seus efeitos hepatotóxicos associado ao uso de álcool.” 

 

Foto Destaque: Garrafas de bebida alcoólica. Reprodução/Cantech

Deixe um comentário