Esportes

Partida entre Náutico e Sampaio Corrêa é paralisada pelo árbitro por conta de gritos homofóbicos da torcida mandante

Em partida válida pela 36º rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o confronto em as equipes do nordeste foi marcado por atos homofóbicos da torcida do Náutico. Equipe deve enfrentar punições por conta da atitude de seus torcedores

3 min de leitura
16 Nov 2021 - 16h30 | Atulizado em 16 Nov 2021 - 16h30

No inicio da partida, aos 26 minutos do primeiro tempo, o árbitro amazonense Ivan da Silva Guimarães interrompeu a partida por conta da má conduta da torcida mandante ao realizar gritos homofóbicos ao goleiro Luiz Daniel do Sampaio Corrêa enquanto o mesmo se preparava para cobrar uma falta em direção ao ataque.


Torcida do Náutico durante o confronto contra o Sampaio Corrêa. (Foto: Reprodução/Marlon Costa/ Pernambuco Press


A atitude dos torcedores do Timbu foi corretamente repreendida pelo árbitro da partida e o clube deve enfrentar punições frente a Confederação Brasileira de Futebol. Não há muito tempo, a equipe do Flamengo - RJ, foi punida em uma multa de 50mil reais por conta do mesmo ato ultrapassado, assim como o São Paulo Futebol Clube - SP, que também sofreu punições anteriormente mediante as mesmas atitudes.

https://lorena.r7.com/post/Sao-Paulo-sofre-de-goleada-e-comeca-a-se-preocupar-com-rebaixamento

https://lorena.r7.com/post/Flamengo-goleia-o-Sao-Paulo-no-Morumbi-em-reencontro-com-Ceni

https://lorena.r7.com/post/O-retorno-do-Botafogo-a-Serie-A-do-Campeonato-Brasileiro

Com o retomar da partida, tais atitudes não retornaram a acontecer e a bola pode rolar sem problemas, os goleiros de ambas as equipes trabalharam bastante na primeira etapa e evitaram a abertura do placar. Somente na segunda etapa o placar foi aberto, Camutanga, o zagueiro carrasco da equipe do Sampaio Corrêa inaugurou o marcador, o defensor do timbu já marcou gols importantes em cima da equipe do tricolor de São Pantaleão, um na final da Série C de 2019, outro na vitória na última temporada e mais um neste último jogo.

O segundo gol do time do Náutico saiu após um chute do meio-campo Jean Carlos, a bola desviou no zagueiro e encontrou o atacante Álvaro que completou para dentro do gol, o bandeirinha assinalou o impedimento e o VAR foi acionado, somente dois minutos depois o gol do timbu foi confirmado. A equipe do Sampaio Corrêa ainda esboçou reação e diminui o placar após uma bela subida do meio-campo Gabriel Popó que ganhou de Camutanga na bola área e marcou um belo gol de cabeça, o time de São Luís ainda chegou ao empate, mais o gol foi anulado por conta da posição irregular de Ciel. Com este resultada o Náutico mantém o tabu de 20 anos sem perder para o Sampaio Corrêa no Estádio dos Aflitos

Foto Destaque: Torcida do Náutico. Reprodução/Alexandre Gondim/JC Imagem

Deixe um comentário