No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, Greta Thunberg fala sobre ter Asperger: ‘Ser diferente é algo que se orgulhar’

Publicado 03 de Apr de 2021 às 14:05

Nesta sexta-feira (02), a sueca de 18 anos e ativista ambiental, Greta Thunberg, usou sua conta oficial no Instagram, para falar sobre o autismo. No mesmo dia era comemorado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A jovem é conhecida por ser a líder do movimento ‘Greve das Escolas pelo Clima’, ela é autista e foi diagnosticada aos seus 12 anos com Asperger, a mesma comentou sobre muitas pessoas viverem sem ter o diagnóstico. "O autismo não é uma doença. Não é algo que você "tem". Definitivamente, não é "causado" por nada como vacina ou dieta. Significa simplesmente que você é um pouco diferente de todas as outras pessoas", afirma.

Com uma foto de quando era criança no meio da natureza, Greta escreveu: “Naquela época, eu não tinha ideia do que isso significava. Quando eu e meus pais dissemos às pessoas que eu era autista, elas sempre reagiram com choque, já que eu não me encaixava no estereótipo de autista”, iniciou.


No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, Greta Thunberg fala sobre ter Asperger: ‘Ser diferente é algo que se orgulhar’ (Reprodução: Instagram)


Muitas pessoas ficam sem saber do seu diagnóstico e dos preconceitos em torno do autismo. “Hoje, muitos (especialmente meninas) permanecem sem diagnóstico. Muitas vezes, as razões para isso são falta de consciência, preconceitos e o fato de que muitos ainda veem o autismo como uma 'doença' ou algo que vai te deixar para trás”, desabafou.

Segundo a jovem, o motivo na qual mais pessoas são diagnosticadas, são porque as pessoas estão ficando conscientes. “O fato de mais pessoas serem diagnosticadas com autismo, etc., não é porque há uma 'inflação' nos diagnósticos, mas porque a consciência está aumentando e muitas pessoas altamente sensíveis experimentam problemas relacionados ao estresse na sociedade moderna, o que lhes dá motivos para suspeitar que estão no espectro”, comentou.

Erika Januza comemora 1 ano de namoro com Juan Nakamura

Simone fala sobre cuidar da filha e do trabalho: ‘Tenho uma rede de apoio’

Tata Werneck pede para que fãs mandem energias positivas para Paulo Gustavo: 'Não projetem medo'

E também, é claro que Greta falou sobre os recursos nos lugares, para pessoas que tem autismo. “Em quase todos os lugares, há recursos muito limitados para dar o apoio necessário às pessoas autistas. Sem esses ajustes, o autismo pode se transformar em uma deficiência. Mas, nas circunstâncias certas, pode realmente ser um presente e se transformar em algo de que você - e a sociedade - pode se beneficiar. Infelizmente, hoje o nível de consciência é muito baixo. Muitos ficam sem diagnóstico e, portanto, não receberão a ajuda de que precisam e podem passar a vida inteira acreditando que algo está errado com eles”, desabafou.

A jovem finalizou a sua publicação dizendo para as pessoas se conscientizarem com o autismo, e comentou muito orgulhosa de ser autista.  “Então, vamos todos nos juntar para espalhar a consciência. Isso poderia literalmente salvar vidas. O autismo não é uma doença. Não é algo que você 'tem'. Definitivamente, não é 'causado' por nada como vacina ou dieta. Significa simplesmente que você é um pouco diferente de todas as outras pessoas. E em um mundo onde todos se esforçam para agir, pensar e ter a mesma aparência - ser diferente é realmente algo de que se orgulhar. É por isso que tenho muito orgulho de ser autista”, escreveu.

(Foto destaque: No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, Greta Thunberg fala sobre ter Asperger: ‘Ser diferente é algo que se orgulhar’. Reprodução: Instagam)

Deixe um comentário