Notícias

No Brasil, Justiça proíbe venda de iPhone sem carregador

Apple não poderá mais comercializar os aparelhos iPhone 12, o primeiro modelo a ser enviado sem o carregador. Contudo, a empresa recorrerá da decisão. Confira!

3 min de leitura
04 Nov 2022 - 16h30 | Atualizado em 04 Nov 2022 - 16h30

Nesta sexta-feira (4), a venda de iPhones sem carregadores no Brasil foi novamente suspensa, segundo decisão da juíza federal substituta Liviane Kelly Soares Vasconcelos, da 20ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal.

A magistrada negou o mandado de segurança requisitado pela Apple contra a suspensão da venda dos aparelhos celulares. Sendo assim, a empresa ficará proibida de comercializar os aparelhos iPhone 12, o primeiro modelo a ser enviado sem os acessórios para carregamento.


No Brasil, Justiça proíbe venda de iPhone sem carregador. (Foto: Reprodução/Apple)No Brasil, Justiça proíbe venda de iPhone sem carregador. (Foto: Reprodução/Apple)


Essa não é a primeira vez que a Apple é autuada pela Justiça brasileira por motivos parecidos. Em setembro deste ano, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, multou a empresa em mais de R$ 12 milhões e cassou o registro de aparelhos da marca junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a partir do iPhone 12.

Segundo a pasta, a prática de separar o carregador do conteúdo da caixa configuraria venda casada, e afirmou ainda que Apple não comprovou que a medida seria benéfica para a proteção do meio ambiente em solo brasileiro, conforme alegado pela empresa. Na época, a marca disse que recorreria da decisão.

Ainda em agosto deste ano, a empresa já havia sido multada pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Rio de Janeiro (PROCON/RJ) em R$ 12 milhões pelo mesmo motivo. Já o Procon de Uberaba, no final do mês passado, também multou lojas da Apple em até R$ 20 mil pelo descumprimento da ordem de suspensão.

Procurada pelo Portal R7, a empresa disse que irá recorrer da decisão emitida nesta sexta-feira.

Lançamentos

Em setembro, a Apple lançou o seu mais novo produto: iPhone 14.


iPhone 14. (Foto: Reprodução/Apple)iPhone 14. (Foto: Reprodução/Apple)


O anúncio foi feito pela agência de notícias Bloomberg Business e a previsão era de que lançamento do iPhone 14 aconteceria em 7 de setembro em um evento organizado pela gigante de tecnologia. Contudo, o lançamento aconteceu na segunda quinzena do mesmo mês, que na oportunidade, vários novos Macs, iPads low-end e alta-end, e três modelos Apple Watch foram lançados.

No Brasil os novos aparelhos já estão disponíveis e, dependendo do espaço para armazenamento, os preços podem variar de R$7.600 a R$15.500, em média.

Confira os preços:

  • iPhone 14 (128 GB): R$ 7.599
  • iPhone 14 (256 GB): R$ 8.599
  • iPhone 14 (512 GB): R$ 10.599
  • iPhone 14 Plus (128 GB): R$ 8.599
  • iPhone 14 Plus (256 GB): R$ 9.599
  • iPhone 14 Plus (512 GB): R$ 11.599
  • iPhone 14 Pro (128 GB): R$ 9.499
  • iPhone 14 Pro (256 GB): R$ 10.499
  • iPhone 14 Pro (512 GB): R$ 12.499
  • iPhone 14 Pro (1 TB): R$ 14.499
  • iPhone 14 Pro Max (128 GB): R$ 10.499
  • iPhone 14 Pro Max (256 GB): R$ 11.499
  • iPhone 14 Pro Max (512 GB): R$ 13.499
  • iPhone 14 Pro Max (1 TB): R$ 15.499

A linha de aparelhos iPhone 14 e iPhone 14 Plus estão disponíveis nas cores azul, roxo, meia-noite (cinza escuro), estelar (dourado claro) e vermelho (da série red). Já os modelos premium iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max estão disponíveis nas cores roxo profundo, dourado, prateado e preto espacial.

 

Foto destaque: No Brasil, Apple não poderá vender Iphone sem o carregador -  Reprodução/Apple.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo