Tech

Nasa lança telescópio que permitirá desvendar eventos primitivos no espaço

O descendente do telescópio Hubble, James Webb, finalmente é lançado pela Nasa, ao espaço, nesta manhã de natal. O mais novo telescópio permitirá que pesquisadores observem o universo quando as primeiras galáxias se formaram.

3 min de leitura
27 Dez 2021 - 09h30 | Atulizado em 27 Dez 2021 - 09h30

O telescópio espacial James Webb, da NASA, em conjunto com as agências espaciais da Europa e do Canadá, ESA e CSA, foi construído para capturar imagens do universo como ele existia quando as primeiras galáxias se formaram. O telescópio foi lançado por um foguete na manhã deste sábado de Natal, na costa nordeste da America do Sul.

James Webb recebeu o mais moderno equipamento na área de astronomia. Com um telescópio infravermelho de 9 bilhões de dólares, descrito pela NASA como o principal observatório de ciências espaciais da próxima década, fez a sua a viagem no compartimento de carga de um foguete Ariane 5, que decolou por volta das 9h da base de lançamento da Agência Espacial Europeia (ESA).

Todo lançamento do James Webb foi transmitido ao vivo em um webcast da NASA realizado em conjunto com a ESA.  Veja:



Lançamento James Webb. (Reproduçao: CNNBrasil)


"De uma floresta tropical à beira do próprio tempo, James Webb inicia uma viagem de volta ao nascimento do universo", disse um dos comentaristas da NASA, enquanto o foguete disparava da plataforma de lançamento.

https://lorena.r7.com/post/Sua-profissao-pode-ser-substituida-por-robos-ate-2030

https://lorena.r7.com/post/Proantar-retoma-as-pesquisas-na-Antartica-depois-de-quase-dois-anos-suspensos

https://lorena.r7.com/post/Metaverso-conheca-a-nova-tecnologia-que-ira-surpreender-a-medicina


Depois de uma viagem hipersônica de 27min ao espaço, o telescópio foi lançado da ponta do foguete a cerca de 1,3 milhões de quilômetros acima da Terra. Uma câmera instalada na parte superior do foguete, transmitiu um vídeo ao vivo do Webb deslizando suavemente para longe de ser alijado, recebendo comemoração e aplausos dos engenheiros no centro de controle da missão. 

Os controladores de voos confirmaram, momentos depois, que a fonte de alimentação do telescópio estaria funcionando. 

James Webb fará uma viagem ao espaço por mais de duas semanas até alcançar o seu destino na órbita solar a 1,6 milhões de quilômetros da terra. A rota de Webb o manterá em alinhamento constante com a Terra, enquanto o planeta e o telescópio circundam o sol em conjunto.

 

Foto Destaque: James Webb. Reprodução: Marcos Del Mazo/Reuters

Deixe um comentário