Música

Morre Beni Borja, baterista do Kid Abelha

Baterista e produtor do Kid Abelha morre nesta sexta-feira, aos 60 anos, e infarto é a provável causa da morte do artista, que ocorreu em Teresópolis, no Rio de Janeiro.

3 min de leitura
24 Dez 2021 - 14h02 | Atualizado em 24 Dez 2021 - 14h02

Beni Borja nasceu em 1961 no Rio de Janeiro e foi um dos grandes músicos, compositores e produtores brasileiros. Antes de ir para a música, ele estudou na PUC (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) onde conheceu Paula Toller, Leoni e George Israel. Juntos, eles formaram o grupo Kid Abelha, no qual Borja foi o baterista e compôs diversas canções para o primeiro álbum da banda intitulado Seu Espião, de 1984. Apesar de ter feito parte da produção do projeto, ele deixou o grupo em 1983, alguns meses antes do lançamento do disco. Após isso, ele deu continuidade ao trabalho como músico e produziu demos e músicas para diversos grupos e artistas, a exemplo de Biquine Cavadão, Farofa Carioca, Leoni, Fernando Abreu, dentre outros. Ao longo de sua carreira, também trabalhou como produtor de algumas gravadoras como Universall Music, Sony Music e Warner.

 

https://lorena.r7.com/post/Advogado-Marcello-Safe-faturou-mais-de-R-4-milhoes-com-infoprodutos

https://lorena.r7.com/post/A-fusao-entre-Sony-e-Zee-cria-uma-gigante-da-TV-na-India

https://lorena.r7.com/post/Com-metodologia-exclusiva-para-investimentos-o-especialista-em-criptomoedas-Tasso-Lago-oferece-treinamento-para-criptotraders


Em 1999, ele aceitou um convite da gravadora estadunidense Gaylord Entertainnment para assumir um musical em canal country. O aceite o levou a uma passagem pela TV. Após retornar, continuou a trabalhar com álbuns, desta vez, com um selo independente Psicotrônica. Sob o selo, lançou trabalhos de Cris Braun e da banda Picassos Falsos.


Foto na gravação da primeira demo do kid Abelha, 1982. Reprodução/Instagram Paula Toller

Foto na gravação da primeira demo do kid Abelha, 1982. (Foto: Reprodução/Instagram Paula Toller)


Agora, ele deixa o cenário da música, neste 24 de dezembro de 2021, após morrer em Teresópolis, no Rio de Janeiro. Segundo relato de Bruno Gouvela, vocalista da banda Biquini Cavadão ao portal G1, "ele passou mal, pegou um carro e deve ter tido um infarto".

Em sua página no instagram, a cantora e ex-colega de grupo Paula Toller lamentou a morte do amigo e desejou condolências à família: "Neste Natal, perdi um grande amigo, um parceiro, um companheiro dos primórdios da nossa jornada musical. Beni era uma cara de ideias, de excelente conversa, grande cultura e sensibilidade". E finalizou com a frase: "As correntes que nos trazem vão um dia nos levar"

 

Foto Destque:  Baterista Beni Borja. Reprodução/Portal G1

Deixe um comentário