Miley Cyrus diz que sente trauma por sexualidade vigiada na adolescência

Publicado 09 de Dec de 2020 às 22:36

Exposta pela mídia durante toda sua adolescência, Miley Cyrus conta como se sente traumatizada por ter sua sexualidade examinada desde de muito nova. A cantora, que acaba de lançar seu novo álbum chamado de Plastic Hearts, ainda fez declarações acerca da sexualização sofrida por seu corpo, durante sua infância. 

Leia mais: Miley Cyrus fala sobre novo projeto de covers e sobre experiência extraterrestre

Em entrevista à revista Rolling Stones, a antiga estrela da Disney afirmou que houve um “grande progresso” quanto à cobertura midiática, “especialmente para mulheres e corpos”. “Eu nem sei se você realmente pode criticar mulheres por serem sexualmente ativas, atualmente. Isso ainda é uma questão?”, pergunta a cantora. “A mídia não tem me criticado em bastante tempo”.


Miley Cyrus

Miley Cyrus capa da revsita Rolling Stones (Reprodução/ Instagram)


Miley ainda conta sobre a sexualização de seu corpo desde muito cedo, mas como os papéis têm se invertido com o passar dos anos. “A um certo ponto eu estava tipo, ‘Ei, quando eu tinha 16 anos vocês estavam circulando meus seios e m***** assim… Eu sou o cara mau?’”, desabafa. “Eu acho que as pessoas estão começando a pensar, ‘Espera, espera, espera, isso era f*****.’ Elas estão começando a perceber quem era o inimigo e quem era a vítima”. 

No entanto, Miley fala sobre a possibilidade de que sua experiência pessoal sob os holofotes talvez a tivessem afetado. A cantora ainda relembra a época em que foi marcada como “louca”, e explica o papel de sua música Angels Like You, no processo. “Acho que eu sabia quem eu estava destinada a ser, mas tenho certeza que tinha alguma coisa ali”, explica. “Algum trauma por me sentir tão criticada, eu acho, pelo o que eu pensei ser algo bem comum na adolescência, uma exploração precoce [antes dos vinte]”.

Não é sua culpa eu estragar tudo. Não é sua culpa que eu não sou o que você precisa”, diz um dos trechos da nova música “Angels Like You” de Miley. Anos atrás, ao passar pelo momento em que recebeu mais críticas em sua carreira, Cyrus diz que era “fria ou incapaz de se estabelecer”, abordando tais questões em sua canção. “Eu me sentia um pouco culpada ou envergonhada sobre aquela música pela maneira como foi escrita, mas agora que eu a ouço, é, na verdade, um pedido de desculpas”. Relembrando o trecho da composição acima, a artista pontua: “Minha independência e, eu acho, meus instintos de sobrevivência fazem com que eu pareça egoísta”.

(Foto Destaque: Em sua rede social, Miley Cyrus pede que seus seguidores votem. Reprodução/ Instagram)

Deixe um comentário