Celebridades

Michael Jackson se livrou de atentado às Torres Gêmeas porque perdeu o horário

De acordo com livro, Michael Jackson se livrou de atentado nas Torres Gêmeas porque perdeu o horário. Segundo o seu irmão, Jermaine Jackson, o cantor teria agendado a ida pela manhã a uma das Torres para colocar um relógio no cofre.

3 min de leitura
12 Set 2021 - 21h00 | Atulizado em 12 Set 2021 - 21h00

De acordo com o livro "Você não está sozinho", onde a vida de Michael Jackson é contada na visão do irmão Jermaine Jackson, o cantor tinha uma reunião no período da manhã no dia 11 de setembro de 2001 no World Trade Center, porém o astro da música pop perdeu o horário e acabou por faltar o compromisso. 

Nenhum de nós tinha a menor ideia de que Michael tinha uma reunião marcada naquela manhã no topo de uma das Torres Gêmeas. Só descobrimos isso quando mamãe ligou para o hotel onde ele estava hospedado para se certificar que ele estava hospedado para se certificar de que ele estava bem. Ela, Rebbie e alguns outros tinham se despedido dele por volta das 3 da manhã”, declarou o irmão do cantor.

Segundo Jermaine, o cantor quando soube do ocorrido disse: “Mãe, estou bem graças a você. Você ficou conversando comigo até tão tarde que eu dormi demais e perdi minha reunião”. Em entrevista concedida em 2011 ao Jornal The Sun, o irmão do astro declarou que o cantor iria a um dos prédios das Torres Gêmeas pois tinha agendado uma ida ao banco para colocar um relógio no cofre.


 

Atentado às Torres Gêmeas em 11 de Setembro/Reprodução/SpencerPlatt/GettyImages


O motivo do astro estar em Nova York no período dos atentados de 11 de Setembro, ao invés de em seu rancho em Neverland, foi a apresentação no show ‘Solo All Star’, que aconteceu nos dias 7 e 10 de Setembro no Madison Square Garden. O evento contou com a participação de diversas estrelas como Gloria Estefan, Britney Spears, Liza Minneli e Whitney Houston.

https://lorena.r7.com/post/Elton-John-lancara-novo-album-repleto-de-parcerias

https://lorena.r7.com/post/Anitta-mostra-look-usado-no-evento-Triller-Fight-Club-em-Holywood

https://lorena.r7.com/post/Apos-criticas-por-sua-diccao-Thais-do-BBB-21-inicia-curso-de-oratoria

Michael Jackson, que se livrou de um final trágico no 11 de setembro, não teve a mesma sorte em 25 de Junho de 2009, quando o astro veio a falecer devido uma intoxicação com propofol e outros cinco medicamentos. De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal de Los Angeles: “Os medicamentos propofol e lorazepam foram definidos como as principais drogas responsáveis pela morte do senhor Jackson”. “Outras drogas detectadas foram midozolam, diazepam, lidocaína, efedrina”, complementou o laudo.

(Foto destaque: Michael Jackson se livrou de atentado nas Torres Gêmeas porque perdeu o horário. Reprodução/MatthewRolston/MundoPositivo)

Deixe um comentário