Notícias

Metaverso: o mundo “físico” dentro realidade virtual

Os grandes empresários da tecnologia afirmam que o próximo passo da ciência buscará manifestar a complexidade tridimensional do nosso universo através de códigos da internet

3 min de leitura
18 Out 2021 - 11h10 | Atulizado em 18 Out 2021 - 11h10

As maiores empresas de tecnologia deste século estão desenvolvendo produtos de hardware e software para dar início ao que promete ser um novo universo dentro da internet: o metaverso. Unity, Nvidia, Roblox, Epic Games, Microsoft e o Facebook, são alguns dos nomes que já estão dando os primeiros passos em direção a nova era.

O gerente geral de criação da San Unity Software Inc., Marc Whitten, afirmou que “O metaverso será a maior revolução em plataformas de computação que o mundo já viu – maior do que a revolução móvel, maior do que a revolução da web”.


O desenvolvimento do hardware e software para dar início ao Metaverso. (Reprodução - Qi Yang - Getty Images)

O desenvolvimento do hardware e software para dar início ao Metaverso. (Foto: Reprodução/Qi Yang/Getty Images) 


Os óculos de realidade virtual são o mais próximo do que os executivos da tecnologia imaginam para a imersão no mundo virtual, onde teremos a simulação de corridas, natação e outras atividades físicas, ao conectar os nossos corpos aos softwares. Este projeto trás o conceito de replicar o mundo físico dentro de um mundo em 3D ultrarrealista, com mobilidade entre o passado, presente e futuro, com servidores infinitos para suportar todas pessoas interessadas em vivenciar a experiência ao mesmo tempo, representadas por avatares.

Leia mais: Vulcão Cumbre Vieja contabiliza mais de 7 mil pessoas evacuadas e aproximadamente 2 mil prédios danificados

Leia mais: Empresas dos EUA se unem para criar cão robô armado com rifle para fins militares

Leia mais: Jair Bolsonaro aprova lei que reduz mais de R$600 milhões de verbas para ciência

Daren Tsui, executivo-chefe da Together Labs Inc., explicou que “A experiência do avatar parecerá tão real que você dificilmente poderá diferenciar uma reunião virtual de uma reunião física”, podendo representar também pessoas que já morreram e figuras históricas, com auxílio da inteligência artificial.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, planeja criar 10 mil empregos na Europa nos próximos 5 anos para desenvolver o metaverso. Ele afirmou que “Além de ser a próxima geração da Internet, o metaverso também será o próximo capítulo para nós como empresa. Nos próximos anos, espero que as pessoas façam a transição de nos ver principalmente como uma empresa de mídia social para nos ver como uma empresa metaversa”.

 

Foto destaque: O desenvolvimento do hardware e software para dar início ao Metaverso. Reprodução/Aly Song/Reuters

Deixe um comentário