Esportes

Lionel Messi crítica intervenção da Anvisa durante o jogo: 'Por que não avisaram antes?'

O craque Lionel Messi critica o modo que a Anvisa agiu, interrompendo o jogo entre Brasil x Argentina já em andamento por conta de quatros atletas irregulares. O argentino questiona o motivo de não informarem antes a irregularidade.

3 min de leitura
07 Set 2021 - 18h57 | Atulizado em 07 Set 2021 - 18h57

O craque argentino Lionel Messi criticou a intervenção da Anvisa no clássico entre Brasil e Argentina, válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O áudio onde o capitão da seleção argentina questionava o motivo das autoridades terem esperado o início do jogo para entrar em ação, foi flagrado pela transmissão de canais argentinos. A crítica ocorreu em uma reunião, enquanto a delegação dos hermanos estava no vestiário, à beira do campo com o técnico Tite, o coordenador da CBF Juninho Paulista e Neymar. 


Conversa entre Messi, Neymar e alguns coordenadores. Foto: Reprodução/Sebastiao Moreira/EFE

Conversa entre Messi, Neymar e alguns coordenadores. Foto: Reprodução/Sebastiao Moreira/EFE


Segue transcrição da conversa:

"Fizeram da maneira errada, mas avisaram antes que os jogadores estavam irregulares", disse Juninho.

"Eles não nos avisaram. Estamos aqui há quatro dias. Eles deveriam ter vindo no primeiro dia e não assim", respondeu Messi.

"Não avisaram?", interrompeu Tite. "Não nos avisaram nada", disse Messi.

Scaloni, então, emendou: "Por que não foram buscá-los no hotel? (...) A Conmebol disse que podiam jogar, não me diga o que não existe."

Messi: "Escute, faz três dias que estamos aqui, estavam esperando que a partida começasse para vir. Por que não avisaram antes?"

https://lorena.r7.com/colunista/Andre-Luiz/post/GP-da-Belgica-chuva-paralisa-a-prova-Max-Verstappen-ganha-sem-dar-uma-volta-e-encosta-em-Hamilton-na-lideranca

https://lorena.r7.com/colunista/Andre-Luiz/post/Entenda-como-o-Corinthians-arrecadou-milhoes-em-apenas-2-horas

https://lorena.r7.com/colunista/Andre-Luiz/post/De-onde-vem-o-dinheiro-do-Atletico-MG-mesmo-devendo-valor-astronomico

A confusão do lado de fora do campo iniciou aos cinco minutos ainda da primeira etapa. Funcionários responsáveis pelo acontecimento da partida tentaram impedir a entrada de campo dos agentes, mas não conseguiram conter. O jogo foi paralisado depois dos agentes da Anvisa entrarem no gramado da Neo Química Arena para impedir que quatro jogadores da Argentina que não cumpriram a ordem de quarentena fossem impedidos de disputar o jogo.


Agente da Anvisa invade campo da Neo Química Arena e interrompe partida entre Brasil x Argentina. Foto: Reprodução/TwitterAgente da Anvisa invade campo da Neo Química Arena e interrompe partida entre Brasil x Argentina. Foto: Reprodução/Twitter


De acordo com a Anvisa, o goleiro Emiliano Martinez, o zagueiro Cristian Romero, o volante Giovani Lo Celso e o meio campo Emiliano Buendia declararam não terem passado por nenhum dos quatro países com restrição obrigatória nos últimos 14 dias. Entre esses quatro países, a Inglaterra, país onde os atletas atuam e que jogaram pela última vez entre o dia 28 e 29 de agosto.

 

 

(Foto destaque: Lionel Messi critica intervenção da Anvisa durante o jogo: "Eles deveriam ter vindo no primeiro dia e não assim". Reprodução/Lucas Figueredo/CBF)

Deixe um comentário