Saúde

Lei anti-resíduos faz a França proibir embalagens plásticas em frutas e legumes

A medida aprovada no país engloba uma ação do governo que tem como objetivo reduzir a utilização de produtos plásticos em alimentos, tais como frutas e legumes

3 min de leitura
03 Jan 2022 - 21h50 | Atualizado em 03 Jan 2022 - 21h50

França proíbe a utilização de embalagens plásticas em frutas e legumes a fim de reduzir a produção de lixo. Entre outras medidas, os grandes vilões do meio ambiente - os talheres e copos descartáveis - também serão proibidos. A decisão faz parte de uma lei aprovada em 2020, mas que entrou em vigor no último sábado (1º). A medida engloba uma ação do governo para ajudar a reduzir a produção de produtos plásticos em alimentos.


A França proíbe frutas e legumes em embalagens plásticas. (Foto: Reprodução/Pexels/Karolina Grabowska)


No Brasil ainda existem muitos alimentos embalados com plástico, entretanto eles não são as melhores opções e o consumo precisa de atenção especial. Para o Instituto Akatu, que incentiva o consumo consciente, a proposta para mudar o hábito é positiva. Mas é importante que seja comunicada e colocada em prática para o consumidor.

Entenda o avanço da terapia com células-tronco contra a diabetes tipo 1 (r7.com)

Férias escolares: alimentos que não podem faltar para as crianças (r7.com)

Ano novo, dieta nova: como começar 2022 sem o “pé na jaca” (r7.com)


 

"Entendemos que essa discussão é super válida porque tiramos o plástico do cotidiano das pessoas e de todos nós da cidade. É possível, sim, aliar essa mudança ao mesmo tempo que a gente orienta e dá tempo para que o consumidor entenda que isso é benéfico para si. A gente não está tirando um direito; a gente está ajudando de alguma forma, impulsionando o consumo consciente que, no fim, é melhor para todos nós”, disse Felipe Seffrin, coordenador de comunicação do instituto.

Alguns setores estão preocupados com a readaptação da cadeia produtiva. A medida prevê a mudança da forma de vender cerca de 30 tipos de frutas e legumes, comercializados por grandes distribuidores. De acordo com a Fundação Heinrich Boll, 37% das frutas e dos legumes consumidos na França são embalados em plástico.O decreto presidencial, no entanto, abre exceções: os produtos vendidos em embalagens com mais de 1,5 kg poderão continuar a usar plástico. Frutas sensíveis, que precisam de proteção extra, como amoras, também estarão protegidas da medida agora.

 

(Foto Destaque: Alimentos em embalagens plásticas. Reprodução/Neuplast.)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo