Esportes

Jogadores do futebol masculino descumprem obrigação contratual e o nadador Bruno Fratus critica CBF e os atletas

Os jogadores da seleção brasileira de futebol descumpriram uma regra do Comitê Olímpico de vestir o agasalho oficial da delegação, fornecido pela empresa chinesa Peak Sports, essa é uma obrigação contratual que vale para as equipes de todas as mo

3 min de leitura
10 Ago 2021 - 12h22 | Atulizado em 10 Ago 2021 - 12h22

Os jogadores da seleção brasileira de futebol descumpriram uma regra do Comitê Olímpico de vestir o agasalho oficial da delegação, fornecido pela empresa chinesa Peak Sports. Essa é uma obrigação contratual que vale para as equipes de todas as modalidades olímpicas.
 

Os jogadores subiram ao pódio com o agasalho amarrado na cintura, depois da vitória contra a Espanha na final dos Jogos de Tóquio, isso pode indicar uma quebra de braço entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Até os Jogos do Rio 2016 o contrato do COB era com a Nike, a marca americana rompeu contrato para esta edição da Olimpíada, Tóquio 2020, o COB então fechou contrato com a Peak que cedeu as peças para toda a delegação em troca de exposição em momentos como o da premiação. A CBF, porém, fez questão de exibir o uniforme da Nike contrariando o COB e o Comitê Olímpico Internacional, essa decisão pode gerar uma cobrança multa por parte da Peak.



Seleção masculina na cerimônia de pôdio - Foto: Thomas Peter / Reuters


O nadador Bruno Fratus fez uma crítica, em uma rede social, sobre a postura dos companheiros de delegação. “A mensagem foi clara: não fazem parte do time e não fazem questão. Também estão completamente desconexos e alienados as consequências que isso pode gerar a inúmeros atletas que não são milionários como eles” - escreveu o nadador em sua conta no Twitter.  

https://lorena.r7.com/post/Com-muita-emocao-Brasil-vence-Espanha-conquista-ouro-e-feito-historico
https://lorena.r7.com/post/Isaquias-Queiroz-conquista-ouro-e-garante-premiacao-generosa
https://lorena.r7.com/post/ROC-Por-que-os-atletas-da-Russia-nao-podem-usar-a-propria-bandeira

 

O Comitê Olímpico Brasileiro lançou uma nota sobre o acontecimento, confiram: 

"O Comitê Olímpico do Brasil repudia a atitude da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e dos jogadores da seleção de futebol durante a cerimônia de premiação do torneio masculino.
No momento, as energias do Comitê estão totalmente voltadas para a manutenção dos trabalhos que resultaram na melhor participação brasileira na História das Olimpíadas.
Por este motivo, apenas após o encerramento dos Jogos o COB tornará públicas as medidas que serão tomadas para preservar os direitos do Movimento Olímpico, dos demais atletas e dos nossos patrocinadores".

 

 

(Foto de destaque: Seleção masculina recebe o ouro olímpico - Foto: Lucas Figueiredo /CBF)

Deixe um comentário