Beleza

Grupo Boticário banirá matérias-primas de origem animal até 2025

O grupo Boticário banirá matérias-primas de origem animal até 2025. A meta atingirá todas as marcas do Grupo, tornando-as veganas e cruelty free. 75% dos ingredientes utilizados na produção são de origens veganas.

3 min de leitura
08 Set 2021 - 15h42 | Atulizado em 08 Set 2021 - 15h42

O grupo Boticário, um dos maiores conglomerados de beleza do mundo e extremamente presente no Brasil, anunciou nesta quarta-feira (2), a meta de banir matérias-primas de origem animal até 2025.

Tal meta valerá para todas as suas marcas: O Boticário, Eudora, Quem Disse Berenice, Beauty Box, Multi B, Vult e O.u.i. A novidade é mais uma etapa do projeto "Uma Beleza de Futuro", que estabelece compromissos de sustentabilidade e responsabilidade social até 2030. É importante lembrar que os ingredientes veganos já correspondem a 75% do total utilizado no desenvolvimento e produção de produtos das marcas do grupo. 

Manu Gavassi lança linha vegana em parceria com o Boticário

Conheça o movimento cruelty-free

3 passos essenciais para tratar o melasma com skincare


Produtos da marca Vult. (Reprodução/Instagram)


Para atingir a nova meta, todos os lançamentos a partir de setembro de 2021 serão completamente veganos. Os demais produtos passarão por um processo de reformulação e adequação nos próximos três anos. Alguns deles já estão sendo reformulados, como no caso da linha Intense do Boticário, relançado em 2020 em versão completamente vegana.

"Em 2020, 85% dos desenvolvimentos do grupo Boticário não usaram ingredientes de origem animal. Isso corresponde a mais de mil opções veganas. Com esse compromisso que assumimos, queremos chegar a um portifólio 100% vegano quanto antes.", afirma Gustavo Dieamant, diretor de produto e desenvolvimento do grupo Boticário.

Vale lembrar que o grupo Boticário é um dos pioneiros no Brasil na adoção de práticas cruelty free: há 21 anos a empresa não realiza testes em animais e desde 2017, não usa ingredientes de origem animal, que são provenientes de sofrimento. Uma das medidas adotadas, foi a criação de um modelo de pele humana 3D para uso no laboratório, há mais de 5 anos. 


Grande parte dos produtos da marca Quem Disse, Berenice? são veganos. (Reprodução/Instagram)


Movimento Beleza Transparente 

No último mês,  o grupo Boticário anunciou a criação da plataforma "Beleza Transparente", um movimento que preza por mais transparência e sustentabilidade. São reunidos conteúdos sobre o universo químico e científico do mercado de beleza com o objetivo de estimular o consumo consciente e convidar os consumidores a refletirem sobre a inovação em prol de um mercado mais sustentável. A plataforma reúne podcasts, vídeos e conteúdos exclusivos sobre economia circular e diversos outros temas que têm gerado curiosidade entre os consumidores.


Grupo Boticário pretende se tornar completamente vegana até 2025. (Reprodução/Instagram)


 

Imagem em destaque: Grupo Boticário banirá matérias-primas de origem animal até 2025. (Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário