Celebridades

Gabriela Pugliesi conta que achava improvável que encontraria um novo amor.

A Influêncer Gabriela Pugliesi, que hoje namora o rapper Tulio Dek, conta que não acreditaria que depois de terminar o casamento de quatro anos com Erasmo Viana, em fevereiro, encontraria logo um novo amor.

3 min de leitura
22 Ago 2021 - 22h30 | Atulizado em 22 Ago 2021 - 22h30

A influêncer Gabriela Pugliesi, de 35 anos, abriu uma caixinha de perguntas  em seu Instagram neste domingo (22) , e foi questionada sobre seu namoro com o rapper Tulio Dek. A musa fitness contou que não acreditaria que depois de terminar o casamento de quatro anos com Erasmo Viana, em fevereiro, encontraria logo um novo amor.

 


https://lorena.r7.com/post/Myriam-Rios-assusta-com-sangramento-auricular-apos-cirurgia-intracraniana

 

https://lorena.r7.com/post/Elton-John-faz-apresentacao-inusitada-em-restaurante-na-Franca

 

https://lorena.r7.com/post/Madonna-esta-a-todo-vapor-com-seus-lancamentos


 

Foi perguntada se achava que logo após o término encontraria o amor, e a influencer foi bem sincera ao dizer o que vinha em seu coração quando disse: "Para ser bem sincera, eu nem achei que existiria amar assim. Eu pensava 'ah, vou conhecer alguém legal, me apaixonar e depois acaba'. Não acreditava em amor eterno, nem em amor da vida. Sempre defendi o 'vamos viver o hoje', porque na real ninguém nunca despertou um amor eterno em mim (hoje vejo isso de forma clara). Era outro tipo de sentimento. Então vem a vida e surpreende a gente sempre no momento menos inesperado. Deus trabalha assim. E isso que eu vivo hoje me faz acreditar mais ainda que tudo é possível", revela.


Gabriela Pugliesi Storys (Reprodução/Instagram)


Também nos stories do Instagram, em uma caixinha de perguntas, foi questionada se acreditava em destino, e foi quando respondeu: “ Acredito em destino, mas também no livre arbítrio. Acredito que nascemos predestinadas mas no meio do caminho temos a escolha e muitas vezes ‘erramos’ e demoramos para chegar no destino final. Nossa vida é baseada nas nossas escolhas. Mas eu sempre acreditei que mesmo os erros me aproximaram de quem eu sou na essência. Se eu tivesse sido mais racional na minha vida, menos impulsiva teria amadurecido antes e feito escolhas mais consciente. Mas se eu tivesse feito essas escolhas conscientes e errado menos eu não teria me calejado, nem me tornado resiliente. Ou seja, destino ou não TUDO que a gente vive é para um bem maior. Eu vejo dessa forma”, finaliza.

 

(Foto destaque: Gabriela Pugliesi e Tulio Dek. Reprodução/ Instagram)

Deixe um comentário