Gabriel Diniz foi morto por erros de pilotos e condições climáticas

Publicado 30 de Oct de 2020 às 20:59

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou um relatório com o laudo de investigaçao do acidente aéreo que matou o cantor Gabriel Diniz em 27 de maio de 2019. De acordo com o documento, o acidente ocorreu por más condições climáticas e erros dos pilotos, Linaldo Xavier e Abraão Farias, que também faleceram.

De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), só o piloto Linaldo que estava exercendo sua função, tendo escolhas erradas enquanto operava a aeronave. O relatório diz que o piloto não analisou de modo correto as orientações para pilotar com a decisão de progredir o voo com o clima inadequado.

Gabriel Diniz tinha 28 anos e estava seguindo em destino a Maceió (AL), depois de um show em Feira de Santana (BA), para encontrar os pais e comemorar o aniversário da então namorada, Karoline Calheiros, que estava fazendo 25 anos.

Leia mais: Juliana Paes contra sobre aprendizado em 20 anos de carreira


Gabriel Diniz e a namorada, Karoline Calheiros, que estava fazendo aniversário no dia de sua morte (Foto: Reprodução/Diário de Pernambuco)


A aeronave caiu em Estância, no estado de Sergipe. "Foram encontrados três corpos, mas não sei informar se são homens ou mulheres. Estou saindo de Aracaju agora para ir para o local do acidente, que aconteceu por volta das 12h30. Os documentos foram achados pelos bombeiros. A habilitação do Gabriel Diniz foi encontrada no local da queda", falou o capitão do Corpo de Bombeiros de Sergipe, Eduardo Henrique Moura de Oliveira, à Revista Quem, na época.

O sepultamento do compositor ocorreu em 28 de maio de 2019 no Cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa (PB), tendo comparecido vários amigos também artistas, como Wesley Safadão, Xand Avião e Matheus Aleixo. O cantor estava bombando no Brasil inteiro com o hit Jenifer, muito estourado no carnaval daquele ano.

(Foto Destaque: Gabriel Diniz. Reprodução/Tribuna do Paraná)

Deixe um comentário