Colunista

“Framing Britney Spears”: novo documentário da cantora é polêmico e angustiante

A eterna princesinha do pop terá o lado sombrio da sua vida exposta em um documentário do The New York Times Presents, uma produtora do próprio jornal americano. O lançamento será nesta sexta-feira (05) pelo canal FX e pelo streaming Hulu.

3 min de leitura
05 Fev 2021 - 20h08 | Atulizado em 05 Fev 2021 - 20h08

A eterna princesinha do pop terá o lado sombrio da sua vida exposta em um documentário do The New York Times Presents, uma produtora do próprio jornal americano. O lançamento será nesta sexta-feira (05), pelo canal FX e pelo streaming Hulu.

O documentário é apresentado no formato de série e contará a história da cantora, que desde 2008 convive com a tutela de seu pai Jamie Spears imposta pela justiça. Spears é impedida de tomar decisões sobre a própria vida e carreira, e poucas informações foram ditas até o momento sobre a atual situação da artista. 

Leia mais: Skin: uma resposta de Sabrina Carpenter a ‘Drive License’


Jamie Spears e Britney Spears. (Foto: Reprodução/GZH)


O seriado aborda desde a infância da cantora, seu estrelato, relacionamentos, incluindo Justin Timberlake e a temporada interminável de “descanso” da carreira. Conta com pessoas do círculo íntimo de Spears, como: sua amiga e ex-assistente Felicia Culotta e Kim Kaiman, executiva de marketing da Jive Records, que trabalhou em seus anos “dourados”. Além de fotógrafos e advogados envolvidos no caso.

Samantha Stark dirige a produção e entra nos meandros que fizeram silenciar Spears nos anos 2000. Após episódios conturbados na vida pessoal da cantora com abuso de álcool e substâncias tóxicas e sua saúde mental prejudicada, seu pai foi designado como conservador de sua pessoa e de sua propriedade, o que perdura até os dias atuais.


Britney Spears nos anos 2000. (Foto: Reprodução/Portal PopLine)


Um hiato tomou conta da carreira de Spears, e a cantora calou-se. Pouco se sabia dessa decisão, a qual, afetou o andamento de sua vida profissional e pessoal. Entretanto, houve várias tentativas para que a tutela fosse passada para outra pessoa, mas, para infelicidade dela, foram negadas.

Spears decidiu não dar andamento a carreira, enquanto seu pai permanece como tutor. Seu advogado Samuel Ingham comentou que sua cliente tem medo do pai. A situação da cantora é triste e até perturbadora. A quem acompanha suas postagens nas redes sociais de uma vida pacata, tranquila e aparentemente, apagada, recorda da vivacidade e sorriso fácil que contagiava seus fãs. Spears nunca fala sobre o assunto.


Britney Spears em rede social. (Foto: Reprodução/Instagram)


Por conta disso, o movimento Free Britney, foi criado pelos seus fãs. Embora insistentemente, procurem a diva pop de anos atrás, encontram apenas uma figura aposentada e sem perspectiva. Com maquiagem carregada e algumas vezes, com atitudes saudosas, inclusive em suas vestimentas. Parece ter ficado nos anos 90 – talvez, uma época em que realmente era feliz. Levando até seus seguidores criarem memes e perguntarem o porquê. Mais uma vez, ela não responde.

O documentário é meticuloso e traz mais do que uma ideia do que se passa com Spears, é a junção dos momentos que contribuíram para esse profundo silêncio que se acomoda por anos e não se sabe se terá um fim. Assista o trailer:


(Vídeo: Reprodução/YouTube)


(Foto destaque: Britney Spears. Reprodução/Mix FM)

Deixe um comentário