Celebridades

Fernanda Montenegro ocupa 17º cadeira da Academia Brasileira de Letras e é eleita imortal

Fernanda Montenegro ocupa cadeira 17 da Academia Brasileira de Letras e recebe o título de imortal pela academia. A atriz agradeceu a oportunidade e disse também estar espantada.

3 min de leitura
04 Nov 2021 - 23h59 | Atulizado em 04 Nov 2021 - 23h59

A consagrada atriz, Fernanda Montenegro, de 92 anos, foi eleita por meio de votação, na tarde desta quinta-feira (4), uma imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). Fernanda é a primeira atriz a ocupar o título, e tomará posse da 17º cadeira e irá assumir a posição na ABL a partir de março de 2022. A votação foi realizada por acadêmicos representantes, a atriz recebeu 32 dos 34 votos, sendo 2 deles brancos. Por norma da ABL, Fernanda não compareceu presencialmente a votação, pois candidatos não podem participar da sessão de voto.

A atriz teve sua candidatura ao posto oficializada no último mês. Anteriormente, o posto era ocupado pelo diplomata Affonso Arinos de Mello Franco, que faleceu no dia 15 de março de 2020. Para ser nomeada ao posto de imortal e ocupar a cadeira número 17 da Academia Brasileira de Letras, a atriz precisava obter 17 votos, a metade, e conseguiu somar a grande maioria deles, 32, sendo 2 deles brancos.


Fernanda MontenegroFernanda Montenegro (Foto: Reprodução/Instagram)


Em entrevista ao Jornal O Globo, Fernanda contou estar espantada pela academia ter escolhido uma atriz para ocupar o posto de imortal: "É algo assim, é uma viagem no imaginário, uma viagem no sublime. A minha arte não é imortal. A arte do ator é enquanto ele está ali vivo, presente em carne e osso. Mas, de uma forma poética, vamos dizer que é imortal. Eu fico muito espantada que uma academia que tem como princípio ser imortal, acolher uma atriz que só existe quando está em cena carnificando o personagem", disse. 

A atriz falou sobre a pouca participação e falta de mulheres na ocupação de postos na academia. "Já não teve nenhuma mulher (na academia), isso não vai parar. Vai chegar uma hora que talvez tenha mais mulheres do que homens. Certamente, a chegada das mulheres vai ter força e será aceito. É do tempo atual, da justiça em torno da existência humana".

 

Mãe de Mileide Mihaile está internada para tratamento de câncer

Whindersson comenta indireta de Luísa em hit: 'Não joguei ninguém do penhasco'

Divulgada a primeira foto das filhas de Nanda Costa e Lan Lanh


Fernanda também declarou insatisfação ao atual governo. "Esse atual é uma forca, um vômito, é uma apunhalada no ventre. Mas vai acabar, uma hora vai acabar. A grande tristeza é que ele entrou pelo voto. As pessoas votaram no Bolsonaro, e porque votaram? Talvez porque os governos anteriores cumpriram só metade do prometido. Talvez tenha causado uma desilusão".

Em seu Instagram, a atriz comemorou a novidade e falou sobre a importância da ABL para a cultura brasileira."A Academia Brasileira de Letras é um referencial cultural de 125 anos. Abrigou e abriga representantes que horam a diversidade da nossa criatividade em várias áreas. Vejo a academia como um espaço de resistência cultural. Agradeço a oportunidade", escreveu a atriz.

 

Foto Destaque: Fernanda Montenegro. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário