Notícias

Espécie que deu origem ao desenho Pica-Pau será declarada oficialmente extinta

Outros 22 pássaros, peixes e uma planta também entraram para a lista de animais que devem ser declarados extintos e passarão a ser vistos apenas em livros de histórias

3 min de leitura
30 Set 2021 - 11h00 | Atualizado em 30 Set 2021 - 11h00

O pica-pau-bico-de-marfim, que deu origem ao Pica-Pau animado do desenho internacionalmente famoso, que leva o mesmo nome, não foi encontrado na busca por animais com risco de extinção e deverá ser considerado oficialmente extinto, segundo um anúncio do Serviço de Peixes e Vida Selvagem dos Estados Unidos, na última quarta (29).

O serviço não escondeu a tristeza pelas perdas e reconheceu que “Para as espécies propostas para exclusão hoje, as proteções da Lei das Espécies Ameaçadas chegaram tarde demais, com a maioria extinta, funcionalmente extinta ou em declínio acentuado no momento da listagem”.

A agência Associated Press confirmou que os cientistas do governo consumiram todas as ferramentas possíveis para encontrar esta e outras 22 espécies, contudo, não conseguiram e acreditam que apesar da poluição, da mudança climática, do desmadeiramento e do envenenamento das águas, os seres humanos são maiores responsáveis por esta perda.


O pica-pau-bico-de-marfim repousando em um galho. (Foto: Reprodução/Auscape/Universal Images/Group/Getty Images).

O pica-pau-bico-de-marfim repousando em um galho. (Foto: Reprodução/Auscape/Universal Images/Group/Getty Images). 


A sociedade do Serviço de Peixes e Vida Selvagem dos Estados Unidos, explicam que a contribuição humana para esses desaparecimentos foi crucial, esclarecendo que “As circunstâncias de cada um também destacam como a atividade humana pode levar ao declínio e extinção de espécies, contribuindo para a perda de habitat, uso excessivo e a introdução de espécies invasivas e doenças. Os impactos crescentes das mudanças climáticas são esperados para exacerbar ainda mais essas ameaças e suas interações”.

Leia mais: Ambev anuncia aumento no preço da cerveja a partir desta sexta-feira

Leia mais: Suíça se torna o 30° país no mundo a aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Leia mais: Coreia do Norte testa novo míssil hipersônico que “viola o Conselho de Segurança da ONU”, segundo Washington

Bridget Fahey, funcionária do grupo, expressou a sua indignação através do New York Times e apontou que "Cada uma destas 23 espécies representa uma perda permanente da herança natural de nossa nação e da biodiversidade global", e que “É um lembrete desalentador que a extinção seja uma consequência da mudança ambiental causada pelos humanos".

 

Foto destaque: O pica-pau-bico-de-marfim repousando em um galho. Reprodução/Tomasz Cofta/BirdLife Internatio/PA

Deixe um comentário