Cinema/TV

Em evento comemorativo, Netflix recria provas de Round 6

A Netflix levou o evento ao famoso bairro Koreatown, em Los Angeles, Estados Unidos. Os moradores puderam participar de todas as fase dos jogos da série Round 6, sem medo de tomarem tiro.

3 min de leitura
31 Out 2021 - 17h00 | Atualizado em 31 Out 2021 - 17h00

O evento realizado no bairro de Koreatown, contou com pessoas fantasiadas como os operários que conduziam as partidas, pessoas interpretando os jogadores e o emblemático robô do primeiro jogo. Além disso o evento trouxe alguns outros atifícios da série, os cartões para ingressar na competição, a câmera de registro dos concorrentes e as câmeras do dormitório para que a imersão dentro do ambiente da série fosse ainda maior.



Em busca de pessoas completamente individadas, os recrutadores dão uma "oportunidade" para que elas conseguissem uma maneira de quitar suas dívidas, inspirado em jogos infantis, os participantes tinham a chance de uma premiação em dinheiro ao final da competição só não contavam que os jogos eram doentios e para ganhar o dinheiro, deveriam chegar vivos até o fim das rodadas e se sagrar campeão.

 

https://lorena.r7.com/post/Em-comemoracao-ao-Halloween-Spotify-cria-playlist-com-podcasts-aterrorizantes

https://lorena.r7.com/post/Marvel-Robert-Downey-Jr-quase-virou-Dr-Destino-antes-de-fazer-o-papel-de-Homem-de-Ferro

https://lorena.r7.com/post/Horas-antes-da-morte-de-Halyna-Hutchins-parte-da-equipe-pediu-demissao 


A criação de Dong-Hyuk, conta com uma trama eletrizante e cheia de reviravoltas, cativando seus espectadores através de diversos plot twists inesperados e uma atmosfera obscura, além de contar com personagens que conversam diretamente com a dualidade, extinguindo a concepção de bem e mal. A série consegue trazer para os espectadores todas as sensações e sentimentos que os participantes sentem, desde o desgaste físico até o desgaste mental e emocional ao terem que lidar com a morte de tanta gente.

Através de seu sucesso, Round 6 mostra mais uma vez que a diferenças culturais e linguísticas não são fatores suprimem o audiovisual. Anteriormente em 2020, o filme Parasita já vinha colhendo bons frutos para o Oriente, mostrando a grnade evolução das produções do continente com destaque para a Coreia do Sul, mostrando para a industria americana que sua hegemonia não existe mais.

 

Foto Destaque: Cena de Round 6. Reprodução/Netflix

Deixe um comentário