Tech

Elon Musk defende renda básica universal para reduzir o impacto sobre o uso de robôs no futuro

Ao anunciar o desenvolvimento de seu robô humanoide, Elon Musk diz que trabalho manual será opcional no futuro e defende a ideia da renda básica universal.

3 min de leitura
21 Ago 2021 - 14h00 | Atulizado em 21 Ago 2021 - 14h00

O movimento de mecanização de atividades humanas acontece desde a Revolução Industrial no século XIX, com o passar do tempo e o avanço tecnológico evoluindo todos os dias, torna-se cada vez mais comuns robôs exercendo funções dos seres humanos.

Em um evento sobre Inteligência Artificial (IA) feito na Califórnia, nos Estados Unidos, o CEO da Tesla apresentou seu robô humanoide o Tesla Bot, e promete que a máquina fará serviços de rotina, segundo ele “tarefas perigosas, repetitivas e chatas”, que os humanos não precisarão realizar. Reconhecendo que isso afetará o mercado de trabalho das pessoas que cobram por esses serviços, Elon Musk defendeu a Renda Básica Universal, que garante uma renda financeira regular a todos os cidadãos. 

"Essencialmente, no futuro, o trabalho físico será uma escolha", disse o empresário durante a apresentação. “É por isso que acho que no longo prazo será necessária uma renda básica universal”, acrescentou.


Elon Musk comenta sobre Renda Básica Universal. (Imagem: Ringo HW Chiu/AP)


O bilionário não foi o primeiro do Vale do Silício, a fomentar a ideia. Em 2017 durante uma palestra na Universidade de Harvard, o criador do Facebook, Mark Zuckerberg defendeu a questão pública. A ideia é de que quanto maior o processo de modernização, consequentemente crescerá a escassez de trabalho em determinados ramos. Com isso em mente, a ideia da renda básica surge para amparar essas pessoas que seriam prejudicadas caso viessem à perder seus empregos.

Muitas empresas estão aderindo à automação ao invés de pagar pelos serviços de funcionários. Por exemplo, ao contrário de contratarem garçons, restaurantes investem em QR codes para que clientes tenham acesso ao menu diretamente do celular.

https://lorena.r7.com/post/Facebook-aposta-em-aplicativo-de-realidade-virtual-para-trabalho-remoto

https://lorena.r7.com/post/Startups-brasileiras-apoiadas-pelo-Google-triplicam-empregos-em-cinco-anos

https://lorena.r7.com/post/Nasa-inicia-busca-por-voluntarios-para-simular-vida-em-Marte

Ainda sobre o Tesla Bot, Musk comenta que o robô será “amigável”, garantindo apresentar o protótipo em 2022. Caso obtenha sucesso na sua criação, a máquina poderá substituir o emprego de muitas pessoas. Se essa tendência prevalecer, provavelmente a Renda Básica Universal precisará continuar em pauta no futuro.

(Foto destaque: Mark Brake/Getty Imagens)

Deixe um comentário