Saúde

Dr. Eliney Faria destaca a importância de realizar o diagnóstico precoce do Câncer de Próstata

Segundo o médico urologista, a detecção precoce de um tumor, pode oferecer cerca de 95 a 97% de chances de cura.

3 min de leitura
01 Nov 2021 - 15h00 | Atualizado em 01 Nov 2021 - 15h00

Durante o mês de novembro será realizada a campanha “Novembro Azul”, que visa alertar a população masculina, especialmente sobre o câncer de próstata. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), estima-se que sejam diagnosticados no Brasil, mais de 65 mil novos casos de câncer de próstata por ano. Além disso, os dados apontam que um a cada seis homens serão diagnosticados com a doença em algum momento de suas vidas.

Assim como em outros tumores, o médico urologista e cirurgião robótico, Dr. Eliney Faria, aponta que os fatores que podem gerar o câncer de próstata são, a má alimentação, o tabagismo, o sedentarismo, além de fatores genéticos. “O câncer de próstata está ligado a vários fatores de risco que agem juntos, que são tanto hereditários quando do meio externo”, explica.

De acordo com o Dr. Eliney, pacientes que possuem parentes de primeiro grau com câncer de próstata, possuem um risco 8 vezes maior de desenvolver a doença. Outro ponto levantado pelo médico, é que pessoas de etnias negras, possuem geneticamente uma predisposição maior à doença, que aparece em idades mais jovens e com características mais agressivas.

Segundo o Dr. Eliney, o processo para se prevenir do câncer de próstata deve iniciar na adolescência, como manter uma boa alimentação, práticas frequentes de exercícios e evitar tabagismo. “Caso o paciente tenha chegado em uma certa idade, e não tenha tomado os devidos cuidados desde a adolescência, ainda tem como se resolver, recomenda-se iniciar os exames com urologista em torno dos 50 anos”, ressalta.

No caso de pessoas que tenham familiares diagnosticados com câncer de próstata ou sejam da raça negra, o médico pontua que o tratamento preventivo deve se iniciar entre os 40 e 45 anos. “O que se tem para o rastreamento em massa do câncer de próstata é o exame de sangue, chamado PSA, que é uma substância produzida pela próstata e o toque retal. No caso do PSA, quando existe alguma inflamação, infecção, crescimento da próstata devido a idade ou presença de câncer, esse líquido sai da próstata e vai para o sangue, e é detectado como elevação no exame do laboratório”, descreve Dr. Eliney.

No caso do toque retal, de acordo com o Dr. Eliney, tem duração de 5 segundos. “Existem tumores que não alteram o PSA, além de que, o toque dá outras informações, como textura, sensibilidade dolorosa e nodulações. Não é possível constatar isso em nenhum exame, porque ele permite a sensibilidade tátil do médico”, explica.

Existem ainda outras ferramentas que podem ser usadas pelos urologistas na continuação da investigação que também fazem parte do arsenal investigativo, como ressonância magnética, testes genéticos na urina e no sangue, exames laboratoriais em variações das moléculas do PSA, etc.

Dr. Eliney salienta que a detecção precoce de um tumor, pode oferecer cerca de 95 a 97% de chances de cura, “fugir da doença não a faz sumir, pelo contrário, ela vai evoluir e ter potencial letal ao individuo, interrompendo seus planos e sua vida. Quem procura acha, mas quem acha se cura”, afirma Dr. Eliney Faria.

 

(Foto destaque: Dr. Eliney é referência na área da medicina. Reprodução/Internet)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo