Money

Crédito para veículos se torna a nova meta para os bancos digitais

Setor ainda dominado pelos bancos tradicionais, o crédito para veículos entra na mira dos bancos digitais, a começar pelo C6 Bank. A princípio, a modalidade será lançada nas regiões Sul e Sudeste.

3 min de leitura
01 Dez 2021 - 11h13 | Atualizado em 01 Dez 2021 - 11h13

Para quem já conquistou milhares de pessoas e garantiu o seu lugar entres os melhores, às vezes parece que não há mais o que buscar, mas quando se trata dos bancos digitais isso com certeza não é verdade. Após se consolidarem de vez no mercado brasileiro, os bancos digitais querem agora entrar em mais uma modalidade: o crédito para veículos. Com mais de 60% da concessão de financiamento centrada nas mãos de cinco grandes grupos (Santander, Bradesco, Itaú, Banco Pan e Banco Votorantim), o setor movimenta cerca de R$15 milhões por mês. 

 

O primeiro banco digital a apostar nessa nova modalidade é o C6 Bank ao anunciar hoje que decidiu entrar na briga por um espaço no ramo. Ao todo, 1,2 mil concessionárias e lojas independentes nas regiões Sul e Sudeste contarão com opção de empréstimo do C6 para a compra de veículos. Segundo a instituição financeira, em 2022 o segmento de moto e caminhões também deve ser explorado pela empresa. 


No total, 60 operações-piloto foram realizadas no mês de novembro a fim de testar a nova funcionalidade (Foto: Reprodução/Twitter)


Ricardo Bonzo, responsável pelo setor de automóveis no C6, disse ao Estadão que as parcerias com revendedores aumentam mês a mês no próximo ano, sendo o objetivo alcançar 14 mil lojas em um “estágio de maturidade”. De acordo com Bonzo, o mercado de crédito para veículos no Brasil é muito concentrado, o que pode ser uma grande oportunidade para prestar um serviço mais diferenciado, com agilidade e segurança nas transações entre clientes e lojistas. 

 

A ideia é que o banco digital não tenha que solicitar tantos documentos e garantias de crédito ao consumidor, tornando mais simples o processo de tomada de crédito, tudo por meio do uso de inteligência de dados. Bonzo revelou que com apenas os dados do CPF ou da CNH do tomador, somando ao número da placa ou do chassi do veículo, a concessão de crédito pode ser concretizada entre 15 e 20 minutos. O revendedor receberá o valor do crédito via PIX, podendo ser feita a transação em qualquer dia e horário. 

 

Casa de Bolos atinge feito de 400 lojas franqueadas e faz planos para se lançar no exterior

Taxa de juros do cartão de crédito é a mais alta desde setembro de 2017

Os fãs de ‘Casa Gucci’ podem reservar o cenário do filme por uma noite no Airbnb


Dentre os principais concorrentes do C6 Bank, estão o Banco Pan - que já foi um banco tradicional e decidiu se digitalizar em 2020 - e a fintech Creditas, após realizar parceria com a Kavak, startup especializada na compra e venda de veículos. Outros bancos digitais como o Inter e Neon veem o mercado como algo promissor e não descartam a ideia de entrarem para o segmento.

 

Foto destaque: Veículos. MichaelGaida/ Pixabay

Deixe um comentário