Saúde

Começa neste sábado a campanha de Mega Vacinação contra Covid-19

Campanha Nacional Mega Vacinação visa intensificar a aplicação da segunda dose e dose de reforço contra a Covid-19 em todo o país; ação começa no sábado e deve ir até o dia 26

3 min de leitura
18 Nov 2021 - 18h32 | Atulizado em 18 Nov 2021 - 18h32

Ações simultâneas nos municípios do Rio de Janeiro, Curitiba, São Paulo, Manus e Salvador serão realizadas neste sábado (20) dando início a campanha nacional de Mega Vacinação contra a Covid-19. O Ministério da Saúde informou que o objetivo é estimular o retorno aos postos de vacinação para as pessoas receberem a segunda dose dos imunizantes ou à terceira, nos casos já comunicados, que é a dose de reforço. 

O slogan da campanha que vai até o dia 26 de novembro é "Proteção pela metade não é proteção". De acordo com a pasta, em todo o país neste período, os postos de vacinação estarão abastecidos para intensificar a imunização da população.

 

https://lorena.r7.com/colunista/Lili-Bustilho/post/Cientistas-estudam-a-efetividade-das-medidas-contra-a-Covid-19-saiba-detalhes

https://lorena.r7.com/colunista/Lili-Bustilho/post/Prefeitura-do-Rio-volta-atras-em-flexibilizacao-de-uso-de-mascaras-em-academias

https://lorena.r7.com/colunista/Lili-Bustilho/post/Golpe-do-PIX-hackers-contam-como-enganam-vitimas-saiba-como-se-proteger


Dados do Ministério da Saúde apontam que 21 milhões de brasileiros deixaram de ser imunizados com a segunda dose da vacina, este público deve ir aos postos para concluir o ciclo vacinal. Outro público a ser alcançado com a iniciativa é o apto para receber a dose de reforço contra a doença que chega a cerca de 9,3 milhões de pessoas. 


Vacinação contra a Covid-19. (Foto: Sérgio Lima/Poder360).

O ministro Marcelo Queiroga pediu aos brasileiros que estão pendentes com a vacinação para procurarem as Unidades Básicas de Saúde (UBS), salas de vacinação e as estratégias usadas em cada cidade. Com isso a experiência é que o país supere a crise sanitária que tem afetado drasticamente milhares de famílias nos aspectos sociais, econômicos e relacionados aos óbitos ocasionados por complicações em decorrência da Covid-19. 

O Brasil contabilizou nesta quarta-feira (17) 374 óbitos em decorrência de complicações da Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de vítmas fatais, desde o início da pandemia chegando a 611.898. Nos últimos sete dias, a média móvel de mortes ficou em 260. No comparativo com a média das duas semanas anteriores a variação foi de +14%, o que indica pelo quarto dia seguido uma estabilidade..Porém a média móvel de casos é a menor registrada em aproximadamente um ano e meio estando em  9,3 mil por dia. os dados fazem parte do último estão levantamento sobre a situação da pandemia no país e são do consórcio de veículos de imprensa, finalizadoss às 20h desta quarta.

 

Foto Destaque: Campanha de Mega Vacinação. Reprodução/Walterson Rosa/MS.

Deixe um comentário