Esportes

Com pressão da torcida, Fluminense perde para o Fortaleza e fica fora do G-6

Na volta do público ao Maracanã, o Fluminense foi facilmente derrotado pelo Fortaleza do técnico Vojvoda e perdeu a chace de voltar ao G-6 do Campeonato Brasileiro

3 min de leitura
08 Out 2021 - 16h39 | Atualizado em 08 Out 2021 - 16h39

Na última quarta-feira, (6), o Fluminense voltou a jogar com a sua torcida no estádio, após 577 dias o elenco e torcida tiveram um encontro ao vivo, o primeiro desde a volta do ídolo Fred. Por conta de uma ordem estadual de liberação do público, o tricolor carioca jogou pra pouco mais de 3 mil torcedores, que acompanharam um "nó tático" do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda em Marcão, e o tricolor do Ceará voltou para a capital nordestina com os três pontos.

A torcida por sua vez, foi de festa no início do jogo, a vaias no decorrer da partida, os principais alvos foram, o contestado lateral-esquerdo Danilo Barcelos, o presidente do clube Mário Bittencourt e o empresário Eduardo Uram.


Torcida do Fluminense no Maracanã, depois de quase 2 anos longe dos estádios Reprodução GE


O Fluminense foi surpreendido pela boa defesa do time do Fortaleza, e a impaciência da torcida por um bom resultado, e acabou levando dois gols de bola parada em 11 minutos, os dois após cobrança de escanteio, o que parece ser uma das grandes dores da cabeça da defesa tricolor, levando em conta que 30% dos gols sofridos pela equipe carioca, são pelo alto.


Zagueiro Benevenuto após marcar o primeiro gol do Fortaleza Reprodução/FortalezaEC


Após os dois gols sofridos, o tricolor do Rio sentiu a pressão do resultado e da impaciente torcida, e até os mais experientes dos jogadores acabaram sentindo a pressão, como foi o caso do atacante Fred, de 38 anos, que perdeu a cabeça após alegar que o adversário Ronald, estaria simulando uma falta e tentou levantar o jogador a força pela camisa. Mesmo com muitos pedidos dos jogadores da equipe nordestina, o camisa 9 levou apenas o cartão amarelo.

como podemos ver no vídeo abaixo;

lance polêmico de Fred Reprodução/Twitter


Mesmo com mais posse de bola e mais chutes a gol, o Flu não conseguiu transformar as chances em gols e foi surpreendido pelo "Leão do Pici" em pleno Maracanã, o técnico Marcão, que comanda a equipe desde que Roger Machado foi demitido, após a eliminação da equipe carioca na Libertadores da América, estava há 7 jogos invicto no Brasileiro e há uma vitória do G-6. O Tricolor do Ceará por sua vez, vinha de 4 derrotas em 5 jogos.


Fluminense encosta no G6 com vitória e gol histórico no Maracanã

Após grande espera, Daniel Alves diz 'não' ao Fluminense

Fim do sonho: Fluminense fica no empate em 1 a 1 e é eliminado da Libertadores


O tricolor precisa esquecer a tragédia de quarta, pois no sábado, (9), enfrenta a equipe do Atlético-GO, novamente no Maracanã e novamente com presença de público ao estádio, desta vez vai ser mais simples assistir ao jogo do time das laranjeiras, levando em conta que a prefeitura do Rio anunciou nesta sexta, (8), a mudança de protocolo e quem está com as duas doses da vacina em dia, não precisará fazer o exame Swab, que custa R$50,00, para quem é sócio do clube. Como foi preciso fazer na partida contra o Fortaleza.

Foto Destaque: Fred e Gabriel Teixeira sentindo o nervosismo do jogo Reprodução/AGIF

Deixe um comentário