Esportes

Com final cruel, Vasco perde para o Guarani em Campinas e fica quase sem chances de acesso

Com cano perdendo gol no fim e Guarani marcando no lance seguinte, Vasco perde para o Guarani e dá praticamente adeus ao acesso para a Série A em 2022

3 min de leitura
04 Nov 2021 - 22h00 | Atulizado em 04 Nov 2021 - 22h00

Vasco na primeira etapa muito controlou e pouco produziu. O cruzmaltino terminou os 45 primeiros minutos com 65% de posse de bola, mas apenas cinco finalizações, mas nenhum no gol. As duas maiores oportunidades do time carioca foi momentos finais da primeira etapa com Riquelme, que após boa jogada trabalhada acertou a trave, e Andrey, que de fora da área acertou um chute perigoso que foi desviado para fora do gol. Já o Guarani foi perigoso a todo o momento, principalmente com o atacante Toddynho – este que sentiu a coxa e foi substituído ainda no primeiro tempo – e Bruno Sávio, apostando nas jogadas em velocidade pelos lados do campo.


Dividída de bola entre atacante do Guarani e zaga vascaína. (Reprodução: GE)


O segundo tempo começou com forte pressão do Guarani, que tento impor ritmo e velocidade no ataque, investindo nos espaços cedidos pelo Vasco, que por sua vez pouco criava e quando o fazia era com bastante lentidão. Nenê continuava tentando dar mais criatividade ao meio campo cruzmaltino em dia que Andrey e Bruno Gomes não estavam conseguiu render o suficiente, assim como quase todo o resto do time, Ressalvas para o camisa 77, Riquelme, o goleiro Lucão - foi o melhor em campo pelo lado do Vasco. German Cano, pouco acionado mais uma vez, que ainda perdeu pênalti no fim, também não se salvou.

Borja é convocado pela Colômbia e desfalca o Grêmio no Brasileirão

Em edição histórica da Goal50 voto do torcedor decidirá os 50 melhores do mundo

PSG consegue vantagem, mas sofre empate do Leipzig no fim do jogo


 

O final do jogo foi cruel para o Vasco. Aos 38 do segundo tempo a bola chegava em Cano, mas foi desviado pelo braço do adversário, VAR e pênalti, vinha a salvação nos pés do camisa 14 vascaíno, mas a maldição de Cano, assim como ocorreu com um pênalti decisivo para a permanência do Vasco na Serie A contra o Internacional, também decidiria a permanência na Serie B e o desfecho foi o mesmo, Cano perde e Rafael Martins salva. O que estava ruim poderia piorar em contra-ataque veloz o Guarani foi incisivo e aproveitou o momento de desanimo do Vasco para abrir o placar no fim, estava praticamente decretada a permanência do Club de regatas Vasco da Gama na segunda divisão em 2022.

Vasco segue com 47 pontos em oitavo lugar, agora a sete pontos do G4 faltando cinco rodadas para o fim do campeonato, tendo que praticamente vencer todas os jogos para vislumbrar o acesso. Enquanto o Guarani chega aos 52, fica a dois pontos do Goiás, quarto colocado, deixando o sonho alviverde ainda mais forte.

Foto destaque: German Cano após penalti decisivo perdido nos minutos finais. Reprodução: Marcos Ribolli

Deixe um comentário