Música

Clipe 'It's My Life' de Bon Jovi atinge mais de 1 bilhão de visualizações 22 anos após seu lançamento

O sucesso It's My Life, um dos hinos do super star Bon Jovi, tem mais de 1 bilhão de visualizações após 22 anos de sua estreia. Sucesso do álbum Crush, o clipe foi dirigido por Wayne Isham.

3 min de leitura
09 Jul 2021 - 19h00 | Atualizado em 09 Jul 2021 - 19h00

Aos 59 anos, Jon Bon Jovi não pára de se reinventar e de fazer sucesso ao longo dos anos. “It’s My Life”, um de seus maiores hits dos anos 2000, emplacou a incrível marca de mais de 1 bilhão de visualizações após 22 anos de seu lançamento.

Esse hino é uma das faixas do álbum “Crush”, sétimo em estúdio da banda que marca o retorno da carreira de Bon Jovi que ficou longos 5 anos sem lançar nada novo, no entanto, ganhou o Grammy de “Melhor Performance de Rock por Duo ou Grupo Vocal”, em 2001. Dirigido por Wayne Isham, o clipe antecedeu o disco e foi lançado em 2009.

Escrita por Bon Jovi, Max Martin e Richie Sambora, a música conseguiu chegar ao primeiro lugar das paradas musicais do Reino Unido, Alemanha, Suíça, Finlândia, Áustria, Austrália e Europa. Chegou a superar os grandes clássicos da banda como “Livin’ On A Prayer” e “Always”.


"It's My Life", single épico da banda Bon Jovi (Reprodução/YouTube)


Uma curiosidade sobre o hit é que ele faz referência ao cantor Frank Sinatra, porém, Sambora não gostou da menção ao artista. Jovi comentou em outras ocasiões a respeito dessa passagem e disse que Richie queria tirar essa menção. “Se eu estivesse falando sobre monstros roxos que comem pessoas e um parceiro na música falasse que não curtiu, sem problemas. Se você tem um bom argumento, vou usar a borracha para apagar”, aponta o vocalista.

E o frontman continua: “No caso de 'It's My Life' e o verso sobre Frankie, quando meu querido amigo e parceiro (Richie Sambora) perguntou o que eu queria dizer, eu respondi: 'Sinatra era um modelo a ser seguido. Sinatra fez filmes e discos ao mesmo tempo, é o que estou fazendo. Sinatra esteve envolvido em causas sociais com política. É o que eu faço”.

 

https://lorena.r7.com/post/BTS-lanca-o-videoclipe-da-cancao-Permission-to-Dance

https://lorena.r7.com/post/Girls-Generation-cria-uma-conta-no-TikTok-e-gera-rumores-de-reuniao

https://lorena.r7.com/post/Taeyeon-lanca-o-seu-novo-single-solo-Weekend

 

Jon revela como convenceu Richie Sambora de que a citação deveria ser preservada. “Eu sentia aquela letra. Daí, meu argumento final foi: 'sou eu quem vou cantar'. A discussão acabou e ele disse: 'ok, eu entendo'”, conta.

Para finalizar toda essa discussão, o cantor deu seu argumento final: O público reagiu entendendo que Frankie era apenas um amigo, um irmão, um parceiro de vida. Não só Sinatra. É a beleza de uma música: quando ela transcende a barreira do tempo ou mesmo linguagem ou fronteiras. No meu caso, pudemos tocar essa música por todo o mundo”, conclui.

A canção fez tanto sucesso que foi interpretada por outros artistas como: Vitamin String Quartet (2003), Paul Anka (2005) e Ani Lorak (2007).

 

(Foto destaque: Bon Jovi e Banda. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário