Esportes

Catania é o mais novo clube a declarar falência na Itália

O Catania é mais um clube italiano que disputou a série A na última década a declarar falência. O time tem um mês para achar novo dono, caso contrário, terá de ser refundado na quarta divisão.

3 min de leitura
24 Dez 2021 - 14h27 | Atualizado em 24 Dez 2021 - 14h27

Ontem, 23 de dezembro, o clube italiano Catania declarou falência. O time estava na terceira divisão (na Itália é regional e não nacional como no Brasil) tinha uma dívida de 56 milhões de euros e não possuía perspectiva de quitar. Dessa forma, o clube tradicional da Sicília tem 30 dias para encontrar um novo dono que assumirá as dívidas. No entanto, caso o time italiano não consiga achar um novo proprietário, terá que ser refundado com outro nome na quarta e última divisão.


Técnico Diego Simeone em 2011 no Catania.(Foto:Reprodução/Metropoles)


O Catania disputou a série A por 8 anos seguidos antes de ser rebaixado para série b e logo em seguida para a terceira divisão regional. O clube Siciliano já contou com nomes conhecidos como o meia Papu Gómez, ídolo Atalanta e atualmente no Sevilla e o ex Vasco e Barcelona, Maxi López. Além do mais, o clube foi comandado durante  seis meses pelo Diego “Cholo” Simeone um pouco antes de assumir o Atlético de Madrid.

https://lorena.r7.com/post/Crespo-ameaca-entrar-com-uma-acao-na-FIFA-contra-o-Sao-Paulo 

https://lorena.r7.com/post/Em-sorteio-da-Europa-League-Barcelona-precisa-passar-de-fase 

https://lorena.r7.com/post/Em-jogo-remarcado-Villareal-vence-Atalanta-e-avanca-na-Champions-League 


Na Europa, principalmente na Itália, é bem comum a falência dos clubes seguida pela refundação na última divisão. O Palermo, maior rival do Catania, também declarou falência em 2019 e atualmente joga a terceira divisão. Outro exemplo famoso na Itália é o Parma. O clube teve uma época de ouro quando foi patrocinada pela empresa Parmalat no final do século passado, que chegou a render duas taças da UEFA e três copas Itália. O clube nos anos 90 contavam com craques como: Cannavaro, Verón, Crespo e Buffon. Com a falência da patrocinadora e dona do time decretada, o time não demorou muito e em 2015 o clube amarelo e azul teve que ser refundado na quarta divisão. E nos anos seguintes conseguiu trilhar todo o caminho de volta à elite.

Foto Destaque: Time do Catania. Reprodução/Catania/Instagram

Deixe um comentário