Celebridades

Cantor Belo é solto após Habeas Corpus ser aceito

Cantor Belo foi solto na quinta-feira (18) após ser preso pela Delegacia de Combate às Drogas por ter feito show no Complexo da Maré numa escola estadual. O artista violou o decreto municipal que proíbe aglomeração e responde por quatro crimes.

3 min de leitura
18 Fev 2021 - 13h32 | Atulizado em 18 Fev 2021 - 13h32

Nesta quinta-feira (18) o cantor Marcelo Pires Vieira, conhecido como Belo, foi solto às 11h20 após pedido de Habeas Corpus que foi aceito pelo desembargador Milton Fernandes de Souza; o pedido deu início na madrugada desta quinta-feira, mas o alvará de soltura só saiu às 11h. Quando o cantor saiu da delegacia de Benfica, foi recebido com gritos e muita comemoração pelos seus fãs.



https://lorena.r7.com/post/Cantor-Belo-e-preso-apos-fazer-show-no-Complexo-da-Mare-no-Rio
https://lorena.r7.com/post/Kourtney-Kardashian-posta-primeira-foto-com-Travis-Barker
https://lorena.r7.com/post/Rafinha-Bastos-comenta-as-atitudes-de-Nego-Di-dentro-e-fora-da-casa


O artista foi preso na quarta-feira (17) pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) após ter realizado um show na sexta de carnaval numa escola estadual no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, sem a autorização da Secretaria de Estado de Educação e sem consentimento das autoridades de saúde. Belo foi detido na operação É o que eu mereço - nomeado assim em referência a uma música do cantor. Nesta quarta (17) ele cumpriu quatro mandados de prisão preventiva: infração de medida sanitária, crime de epidemia, invasão de prédio público e associação criminosa.

 


Belo na Cidade da Polícia após ser preso pela Delegacia de Combate às DrogasBelo na Cidade da Polícia após ser preso. (Foto: João Gabriel Alves/Agência Enquadrar/Folhapress)


Além disso, cinco buscas de apreensão, sendo uma delas na sede da produtora Série Gold, organizadora do evento, onde foram apreendidos equipamentos, aparelhagem de som, documentos e veículos. Na casa do cantor foram encontrados dinheiro e duas pistolas, porém na delegacia constatou-se que as armas estão registradas no nome do cantor, sendo assim é posse legal.

Belo ao ser detido prestou depoimento na Cidade da Polícia e disse que não sabe qual crime cometeu, e que só subiu no palco e cantou. Ao longo do caminho, ele complementou dizendo que se não pode cantar para o público a vida dele acabou.

 

Gracyanne Barbosa, esposa de Belo, se manifestou e disse que seu esposo tem amor e respeito por seus fãs e que cumpriu com as normas sanitárias contra coronavírus. Ela argumenta também que Belo só tem contato com o público em cima do palco, pois sempre entra pela porta de trás dos locais de cada show, vai para o camarim e depois entra no palco. 

Ela ainda indaga sobre “o novo normal”, “vivemos um novo normal, certo? Esse novo normal é para alguns ou para todos?”

 

Em nota, Belo diz estar surpreso com a prisão preventiva e pede desculpas pelo show e questiona a decisão da Justiça.

 

(Foto Destaque: Cantor Belo é solto quinta-feira (18) após alvará de soltura. Foto: Cristina Boeckel/G1)

Deixe um comentário