Esportes

Campeã europeia de levantamento de peso Boianka Kostova é suspensa por oito anos por doping

Boianka Kostova foi pega no doping pela Federação Internacional de Halterofilismo, pegando suspensão de 8 anos sem poder competir em nenhum evento. Ela testou positivo para o anabolizante estanozolol.

3 min de leitura
01 Out 2021 - 22h40 | Atulizado em 01 Out 2021 - 22h40

A atleta Boianka Kostova, do levantamento de peso, está suspensa pelos próximos oito anos. Nesta sexta (1), a levantadora de 28 anos foi comunicada da suspensão por testar positivo para o anabolizante estanozolol. A infração aconteceu durante o Campeonato Europeu 2021, em Moscou. Kostova, que nasceu na Bulgária, mas representa o Azerbaijão, havia conquistado o ouro na categoria 59kg.


Boianka em ação pelo campeonato europeu deste ano/Créditos: Sefa Karacan/Anadolu Agency


Por conta do exame positivo, ela foi desclassificada da prova e perdeu a medalha. Com isso, o ouro agora pertence à russa Olga Te, quer havia ficado com a prata na competição em abril.

Sendo sua segunda suspensão da carreira, o que explica o longo tempo de punição dado pela Agência Internacional de Testes (ITA), que realiza todos os procedimentos antidoping para a Federação Internacional de Halterofilismo (IWF).

Ela havia sido pega nos retestes das Olimpíadas de Londres 2012. A infração foi detectada apenas em 2016, perdendo o quinto lugar conquistado quatro anos antes na Terra da Rainha.

Conheça Sheriff, o clube que venceu o Real Madrid

Hamilton 100 vezes: Piloto vence pela centésima vez

Em alta na Europa, Lucas Paquetá é elogiado por um dos maiores jogadores da história da França: 'raramente vi tal camisa 10'

Kostova foi campeã dos Jogos Olímpicos da Juventude pela Bulgária em 2010, antes de se mudar para o Azerbaijão junto com seu companheiro Valentin Hristov. Acusada de corrupção relacionada ao doping em um documentário exibido no ano passado na Alemanha, a Federação de Halterofilismo do Azerbaijão pagou 528.000 dólares (R$ 2,8 milhões) para "transferir" os dois búlgaros quando eles eram adolescentes.

O ITA mencionou "um mercado de transferência duvidoso para a nacionalidade do atleta" em junho em seu relatório sobre doping e má conduta no levantamento de peso. A suspensão de oito anos de Kostova é a quarta suspensão prolongada imposta recentemente pelo ITA. Um médico moldavo que foi pego na mesma denúncia na TV alemã foi banido para sempre, assim como o ex-técnico do time feminino da Tailândia, outro país que apareceu no programa.

Foto destaque: Boianka Kostova em uma de suas aprsentações/Créditos: Reuters

Deixe um comentário