Money

CEO da NovaDAX pontua nove predisposições para o mercado de criptoativos no próximo ano

Beibei Liu, CEO da NovaDAX, que é uma corretora e exchange brasileira de criptomoedas com mais de 850 mil clientes, sinaliza nove predisposições para o mercado de criptoativos em 2022 com base nos acontecimentos desse ano

3 min de leitura
31 Dez 2021 - 15h15 | Atualizado em 31 Dez 2021 - 15h15

As criptomoedas estão sendo cada vez mais conhecidas e obtendo um crescimento valoroso em número de investidores no Brasil, segundo pesquisas esse crescimento chegou a 938% em 2021. Contudo ainda há muita volatilidade nesse mercado, neste ano que iniciou com um ápice na pandemia da COVID-19, houve muita oscilação no mercado financeiro diante do surgimento de novas variantes e isso acarretou uma baixa nos preços de muitas criptomoedas. Considerando os rumos da economia, dos desafios sanitários e políticos, podemos ter mais conhecimento das inclinações para o próximo ano, podendo assim conquistar investimento com maiores ganhos e êxito. Observe as tendências para 2022.

Os Fan Tokens usualmente são criados por uma blockchain, produzido para uma torcida especifica ele pode oferecer descontos em produtos de determinado time, ingressos e vantagens exclusivas. Como objetivo esses fan tokens que o torcedor apoie o seu time, produzindo uma receita para este. Alguns times como o Atlético Mineiro, Cruzeiro, Corinthians e Flamengo já têm lançado produtos nesta modalidade.


Criptomoedas. (Foto: Reprodução/Programadores Brasil)


As criptomoedas continuarão sendo uma tendência de investimento no próximo ano, apesar de terem passado por muitas oscilações no ano atual. Beibei acredita que o Biticoin não deixará de ser a criptomoeda mais potente do mercado, mesmo considerando a possibilidade de outras moedas conquistarem um crescimento promissor.

Os NFTs conquistaram um crescimento promissor no ano de 2021, para Beibei a pandemia contribuiu para o crescimento dos NFTs, visto que diante desse senário muitos investidores têm procurado maneiras mais praticas para investir e negociar no mercado.

As eleições estaduais e para a presidência que pode impactar na bolsa de valores, no mercado financeiro e até mesmo o mercado de criptomoedas. A Pandemia que tem afetado diretamente o mercado devido as mudanças ocorridas devido a ela e que são frequentes, além das variantes do novo coronavírus, principalmente a Ômicron que é a mais recente.

 

https://lorena.r7.com/post/Beta-Technologies-e-avaliada-em-US-1-bilhao

https://lorena.r7.com/post/Netflix-Brasil-e-uma-das-contas-mais-engajadas-do-Instagram-em-2021

https://lorena.r7.com/post/Crescimento-dos-indices-de-acoes-nos-utimos-dias-do-ano-ganha-nome-de-Rali-de-Natal


A regulamentação do mercado está prevista para entra em vigor em 2022, ela já passou por votação na câmara e o Projeto de Lei já foi direcionado ao Senado. Através dessa regulamentação golpes e sistemas de pirâmides irão diminuir e as regras do mercado serão mais compreensíveis.

Uma forte tendência que teremos em 2022 são celebridade atuando e afetando o mercado. Uma simples publicação de um famoso pode fazer com que mudanças no mercado financeiro ocorram, como o aumento no valor de determinado produto financeiro. Outra tendência que podemos esperar é o aumento no número de empresas que tem trabalhado com criptoativos com opção de pagamentos. Essas ações geram uma maior popularidade dos criptoativos entre os compradores.

O que também tem ganhado espaço e certamente terá maior ocorrência no ano de 2022 são os tokens de crédito de carbono. Visto que tem se tornado maior o número de pessoas vinculadas a conservação ambiental. Beibei Liu está otimista de que 2022 será um ano de resultados positivos para o mercado de criptoativos e também na diversificação delas, aqui no Brasil e em todo o mundo.

 

Foto destaque: Globo blockchain. Reprodução/Exame

Deixe um comentário