Biografia revela que Maria Callas foi abusada pelo magnata Onassis e explorada pelos pais

Publicado 23 de Apr de 2021 às 21:05

Uma biografia sobre a vida de Maria Callas, soprano grega, intitulada como “Cast a Diva: The Hidden Life of Maria Callas”, revela detalhes sobre sua relação abusiva com o magnata bilionário Aristotle Onassis e a exploração de seus pais consigo.

O casal esteve junto por nove anos, até Aristotle pedir o divórcio em 1968, para se casar com Jacqueline Bouvier Kennedy, viúva do presidente dos EUA, John F. Keneddy.

A autora da obra, a escritora Lyndsy Spence, teve acesso a cartas escritas por Callas, que nunca haviam sido divulgadas, antes guardadas em um arquivo da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.


Maria Callas e Aristotle Onassis (Reprodução/Getty Images)


Segundo Lyndsy, Onassis a “torturava” física e emocionalmente. Através de diários guardados com antigos amigos de Maria, foi descoberto que o bilionário costumava drogá-la com sedativos, os mesmos que a cantora ficou eventualmente viciada, para abusar sexualmente "de formas degradantes, que ela jamais permitiria se estivesse consciente".

A autora também conta que Callas estava lidando com “problemas mentais” que só pioraram ao saber o que Onassis "fazia uso constantemente das 'meninas' de um bordel em Paris e que tinha até um quarto em sua casa na cidade decorado como o local."

Em uma das cartas que enviou após a separação, chega a admitir: “Eu não queria que ele me telefonasse e começasse a torturar-me novamente”.

Já em relação à família de Maria, sua mãe procurava sempre ficar com seu dinheiro. Em outra carta, a escreveu-lhe: “Sabes o que acontece aos artistas de cinema de origens humildes assim que enriquecem? No primeiro mês gastam o primeiro dinheiro que recebem para construir uma casa para os pais e mimá-los com luxos. O que tens a dizer sobre isso, Maria?”.


Josh Duhamel assume papel de Armie Hammer, demitido após polêmicas de canibalismo e estupro

Morre a ex-miss Graziela de Freitas, aos 38 anos, após complicações causadas pela Covid-19

Rapper Shock G é encontrado morto em quarto de hotel


A soprano classificava seus pais como “egoístas” e “indiferentes” em relação a ela. Houve também uma situação em que seu pai fingiu estar doente, prestes a morrer em um hospital e que precisava de dinheiro para custear o tratamento, quando a verdade é que ele tinha apenas uma doença sem gravidade. “Não quero mais quaisquer relacionamentos”, afirmou Maria Callas: “Espero que os jornais não entendam o que se passa. Amaldiçoarei o momento em que tive pais.”. 

A obra biográfica que traz detalhes íntimos da trajetória de vida de Maria Callas será lançada em 1 de junho, segundo o jornal The Guardian.

(Foto destaque: Biografia revela que Maria Callas foi abusada pelo magnata Onassis e explorada pelos pais. Reprodução/Getty Images)

Deixe um comentário